agorafobia

Como curar agorafobia? Todas as informações aqui

Traduzido do grego como “medo do mercado”, agorafobia se refere ao medo de qualquer lugar cuja saída possa ser complicada. Às vezes espaços abertos, às vezes confinados ou frequentados por multidões. Afinal como curar agorafobia?

Pessoas com agorafobia podem sentir ansiedade em vários meios de transporte, seja no carro, ônibus ou avião, mas também em locais movimentados, em espaços fechados como lojas e cinemas, em um elevador ou em uma ponte.

Quais são os sintomas da agorafobia e como curar agorafobia?

Pessoas com agorafobia temem essas situações porque fantasiam sobre um perigo do qual não poderiam escapar. Esta forte ansiedade pode causar um ataque de pânico com sintomas desagradáveis ​​como palpitações, sensação de asfixia, sensação de desconforto no peito, vômitos e náuseas.

A angústia sentida em situações fóbicas é tal que a pessoa teme enlouquecer ou morrer. Ela se sente tranquila com a presença de outra pessoa e, por isso, muitas vezes pede para ser acompanhada. Mas será que tem como curar agorafobia? É o que vamos ver.

como_curar_agorafobia

Como se desenvolve e como curar agorafobia?

Essa ansiedade é incomensurável com o perigo real apresentado pela situação fóbica. A pessoa que sofre de agorafobia está bem ciente de seu caráter irracional, mas não pode superar sua ansiedade com a razão.

Quando os ataques de pânico se repetem, a pessoa desenvolve o medo de ter outro. Esse medo é denominado “ansiedade antecipatória” e o sujeito acaba tendo medo de ter medo.

Essa ansiedade está presente na maior parte do tempo e pode prejudicar seriamente a vida. Normalmente, as pessoas com agorafobia desenvolvem um mecanismo de evitação.

Cada vez mais, eles limitam as ações que lhes causam ansiedade. Eles evitam pegar o metrô, o trem, o avião ou o elevador. Evitá-los pode fazer com que vivam em uma zona segura, limitada apenas à casa ou nas imediações. Pessoas com agorafobia em sua forma mais grave não conseguem sair de casa.

Você sofre de agorafobia se, em um ambiente desconhecido, tem medo de ficar perdido, isolado, desamparado e experimenta os sintomas físicos de ansiedade.

A manifestação aguda desse tipo de ansiedade focalizada é o pânico incontrolável. Consequência: você fica apavorado com a ideia de sair de casa.

Se você permitir que essa ansiedade profunda apareça sem fazer nada, o fenômeno aumentará a ponto de prejudicá-lo completamente na vida e pode levar à depressão real.

Quanto mais cedo você lidar com esse problema, menos tempo levará para curar, desde que você adote a abordagem certa. Assim você saberá como curar agorafobia.

Veja como curar agorafobia

Reconhecer agorafobia

A agorafobia é um distúrbio comportamental adquirido, aquele da evitação irreprimível de situações angustiantes. Você é vítima de uma profunda insegurança pessoal, que foi declarada após esse modo fóbico de expressão desde tenra idade ou após um trauma.

Determine a gravidade da sua agorafobia

Como os 3% das pessoas com agorafobia, este distúrbio se desenvolve cedo e em estágios:

  • Primeira fase: ansiedade

Você se sente apreensivo em qualquer uma das situações descritas acima, sem que haja uma explicação racional.

  • Segunda etapa: ansiedade

Você é vítima de ataques de ansiedade com o simples pensamento de se imaginar em qualquer uma das situações acima, ou seja, antecipação ansiosa. Você gradualmente perde sua racionalidade por acreditar que está lidando com uma situação real.

  • Terceiro estágio: transtorno do pânico

Você experimenta um ataque de pânico um dia, em uma situação real e perde seus meios.

Você finalmente está convencido de que está certo em ter medo.

Você não tem mais confiança em suas habilidades de autocontrole, agora tem medo do medo.

Consequências

 

Você não ousa mais sair de casa, nem mesmo para fazer compras, porque a ideia de estar perdido e ser vítima do transtorno do pânico que o paralisa.

Reconhecer e gerenciar uma crise de agorafobia

Você tem alavancas de ação simultâneas para desarmar a crise: reconhecer, respirar, e talvez tomar um remédio.

Aprenda a ver a crise chegar

Observe: você está tremendo, seu coração está batendo rápido, suas mãos estão suando, sua respiração fica curta, ofegante, você perde o equilíbrio e fica tonto, seus intestinos estão contraídos … Todos os sintomas de ansiedade começam em poucos minutos.

Motivo para se distanciar desta situação. Você sabe que tem medo de se perder em público ou em um espaço indefeso. Você quer fugir, mas primeiro dê a si mesmo tempo para neutralizar a crise que está se formando.

Restaurar o equilíbrio

Respire de forma lenta e superficialmente. Não é necessariamente útil parar de andar, uma vez que você tem que superar seu medo nem visto nem conhecido. Se você estiver dirigindo, estacione.

Concentre-se nessa respiração, que deve ser alongada; é a única maneira de evitar a crise administrando a hiperventilação. Assim, você restaura o equilíbrio químico em seu sangue e permite uma boa oxigenação de suas células nervosas.

Deixe um comentário

0
Pedidos