Como_a_agorafobia_se_manifesta

Como a agorafobia se manifesta?

Agorafobia é o medo e a evitação de lugares lotados, medo de sair de casa. É difícil de acreditar, mas muitas pessoas convivem com esse transtorno, enfrentando seus medos todos os dias. Quais são as razões? Como a agorafobia se manifesta?

Como você sabe que seus parentes ou amigos estão sofrendo de agorafobia? Essa condição pode ser superada? Como lidar com o medo de sair de casa? Como viver com agorafobia?

Em geral, agorafobia significa o medo de estar em lugares ou situações em que seja difícil ou desconfortável sair, ou em que a ajuda oportuna não possa ser fornecida em um ataque de pânico ou sintomas semelhantes: tonturas, quedas, ataque cardíaco, sudorese, sensação de irreal, náuseas e vômitos.

Como a agorafobia se manifesta? A agorafobia é caracterizada pelo fato da vítima se preocupar antecipadamente e sentir medo, o que a impede de levar uma vida normal. Aqui estão os sinais de agorafobia.

Como a agorafobia se manifesta? Principais sintomas da agorafobia

Como_a_agorafobia_se_manifesta

 

  1. Evite situações assustadoras

Pessoas que sofrem de agorafobia com todas as suas forças e a todo custo tentam evitar certas situações e este é um dos primeiros sinais dessa fobia. Essas pessoas podem evitar ir ao cinema, fazer compras, elevadores, viajar de ônibus ou trem, ter medo de sair de casa, e ficar sozinhas.

Pessoas que sofrem de agorafobia procuram evitar situações que à primeira vista são as mais comuns – ir à academia, fazer sexo, participar de discussões, beber café ou álcool.

Claro, não há nada com que se preocupar se você decidir passar o dia em casa ou não ir à academia ou à loja. O contexto deve ser sempre levado em consideração e deve ser entendido se esse tipo de comportamento se estende a outras áreas da vida.

  1. Comportamento protetor

Frequentemente, as pessoas que sofrem de agorafobia tentam se esconder das situações inevitáveis ​​e aplicar um comportamento protetor para prevenir ou controlar a ameaça associada à ansiedade, o pânico que essa situação causa.

  1. Como a agorafobia se manifesta? Ansiedade prematura

Pessoas que sofrem de agorafobia pensam constantemente que podem ter um ataque de pânico ou ansiedade severa, temendo as sensações físicas dessas condições relacionadas à ansiedade.

  1. Medo do medo

Os agorafóbicos têm medo de todas as situações que acham que podem causar sentimentos de ansiedade e / ou ataques de pânico.

  1. Como a agorafobia se manifesta? Ataques de pânico e sintomas semelhantes

Muitas pessoas que sofrem de agorafobia já tiveram ataques de pânico. Eles são caracterizados por um forte medo e desconforto, acompanhados por uma sensação de perigo e necessidade de fuga.

Como a agorafobia se manifesta?

 

Os sintomas mais comuns de um ataque de pânico são: palpitações, tonturas, suores, dificuldade em respirar, tremores, medo de enlouquecer ou perder o controle.

  1. Transtornos ou distúrbios como resultado de agorafobia

Em casos graves, os agorafóbicos podem passar grande parte do tempo em casa com suas famílias e até mesmo se isolar completamente. Essas pessoas não podem levar uma vida normal porque sua existência é limitada entre as quatro paredes.

Como se livrar da agorafobia? Em primeiro lugar, você deve procurar ajuda de um especialista que irá prescrever a terapia e o tratamento adequados, dependendo do caso específico. Terapia medicamentosa ou psicoterapia podem ser usadas. Os métodos de terapia cognitivo-comportamental, às vezes hipnose, são geralmente usados.

Primeiros socorros para os primeiros sinais de agorafobia

 

Encontre um lugar confortável em casa e comece o autotreinamento. Feche os olhos e imagine como você cruza mentalmente o caminho que tem pela frente. Comece do começo, o que você precisa vestir, como vou fechar a porta, você vai atravessar a rua. Concentre-se em seus sentimentos e emoções, observe o que causa desconforto. Comece com distâncias curtas.

Experimente o método de relaxamento muscular e meditação consciente para eliminar a ansiedade e o estresse. “Repele” pensamentos negativos. Tente pensar de forma realista. Pergunte a si mesmo, do que exatamente você tem medo? Por exemplo: “Tenho medo de cair e perder a consciência.” Pense em quão bem fundamentados são seus medos.

Não evite lugares que lhe causem medo, mas tome cuidado. Comece com situações que causem menos preocupação (por exemplo, vá até a loja mais próxima). Assim que terminar, dê o próximo passo.

Procure o apoio de parentes e amigos, bem como de pessoas que encontraram um problema semelhante e o enfrentaram com sucesso. Se essas recomendações não ajudarem e a situação piorar, entre em contato com um profissional qualificado para obter ajuda imediatamente.

Na maioria dos casos, os pacientes com comprometimento levem a moderado se beneficiam da terapia cognitivo-comportamental. Se o distúrbio for grave, uma abordagem integrada é recomendada, uma combinação de psicofarmacoterapia, psicoterapia e psicocorreção.

A agorafobia apresenta alto risco de recidiva, e os pacientes precisam de observação em longo prazo, bem como terapia psicossocial, reabilitação, ressocialização e prevenção secundária de exacerbações.

 

Deixe um comentário

0
Pedidos