agorafobia

Agorafobia: conheça os sintomas

Com o tempo, descobrimos que todos nós possuímos alguma dificuldade em nossa mente, o que é normal, sendo o mais comum o transtorno relacionado a ansiedade. Agorafobia é um dos transtornos de ansiedade mais comuns. Muitas vezes se desenvolve após a ocorrência de alguns episódios de ataques de pânico.

Antes de explanar os sintomas e o que é a agorafobia precisamos esclarecer que a nossa intenção não é que você faça um auto diagnóstico. Na verdade, nós queremos te fazer entender sobre um problema real e que afeta tantas pessoas, em alguns casos nem elas sabem o que está acontecendo.

É comum que esse transtorno se manifeste em conjunto com crises de pânico e, segundo estudos, 30 a 50% das pessoas com agorafobia também possuem síndrome de pânico. 

O nosso objetivo sempre será estimular a procura por um profissional da área de Psicologia, afinal este psicólogo será o mais adequado para tratar de qualquer situação sua. Então, no primeiro momento que perceber qualquer sintoma anormal e que atrapalhe a sua rotina, busque ajuda médica.

Dito isso, vamos compreender melhor sobre o transtorno da agorafobia, bem como os seus sintomas, para ficar atento aos sinais, inclusive de pessoas próximas, como amigos e familiares.

agorafobia

Entendendo melhor sobre a agorafobia

Podemos entender a agorafobia como um transtorno ligado a causas psicológicas, e que se assemelha a ataque de pânico, ou seja, de uma forma geral, é uma como se fosse uma derivação dos transtornos de ansiedade.

A pessoa com agorafobia tem medo de estar presente em lugares lotados de pessoas ou que possam dificultar fugas.

As pessoas que possuem esse transtorno de agorafobia sentem um medo em relação a lugares fechados ou de difícil saída. O principal sentimento dessas pessoas é o aprisionamento nesses locais, e até mesmo algum certo desamparo ou constrangimento.

Geralmente, esses sintomas tomam proporções maiores quando o paciente visita lugares desconhecidos e novos, pois eles se sentem fora de controle do seu próprio corpo. É perceptível o desconforto da pessoa, então caso você veja que tem alguém passando por isso, não force essa situação.

A pergunta comum é a agorafobia tem cura? Percebemos que o tratamento pode ser eficiente para muitos casos, faz-se importante tratar da ansiedade subjacente para reduzir o risco de recaída.

A Psicologia não consegue explicar a causa exata desses sentimentos ligados a agorafobia, como muitos outros transtornos que ainda são desconhecidos. O que é estudado e analisado são os sintomas, e este é o ponto que deve ser destacado.

Principalmente porque a agorafobia está associada a outros transtornos, como a ansiedade – citamos anteriormente. Mas também se percebe que ambientes estressantes agravam essa situação, então é importante analisar toda a sua rotina do dia a dia.

Como identificar a agorafobia?

Agora que você já sabe o que é o transtorno da agorafobia, é importante entender como identificá-lo, a partir dos seus devidos sintomas.

No geral, como falamos anteriormente, as pessoas que possuem a agorafobia têm um medo em relação a ambiente muito fechados e sem saídas aparente, ou com muitas pessoas.

– Durante uma crise desse transtorno, é comum a taquicardia (aumento da frequência cardíaca), bem como uma dor no peito;

– As tonturas são repentinas assim que a pessoa entra nesse local indicado;

– Problemas com diarreia ou calafrios são recorrentes, justamente por achar que não tem como sair daquele lugar com facilidade;

– Cuidado com os desmaios, que costuma ser após a sensação de tontura;

No primeiro sinal, procure ajuda médica! É sempre importante almejar uma melhora na qualidade de vida.

Deixe um comentário

0
Pedidos