Descubra o que é e como aliviar o sentimento de angústia

Descubra o que é e como aliviar o sentimento de angústia

No dicionário, a angústia costuma ser definida como uma sensação interna de opressão, desespero, inquietação, tormento ou aflição do espírito. 

Certamente você, em algum momento da vida, já se viu tomado por esse sentimento: sensação de aperto no peito, uma agonia repentina sem motivos aparentes, uma mal estar que não sabemos de onde vem e por que nos acomete.

Sentir-se angustiado de vez em quando é normal. A angústia, por si só, é um sentimento natural para os seres humanos. Somos falíveis e os acontecimentos da vida nos afetam, nos machucam, nos impactam (muitas vezes negativamente) e sentir-se apreensivo com os percalços é natural.

Porém, quando o sentimento de angústia se torna recorrente e difícil de ser contornado ou controlado, é preciso prestar atenção e procurar ajuda.

Clique no banner para agendar sua consulta com a Fepo, plataforma de terapia online:

Descubra o que é e como aliviar o sentimento de angústia

O que é angústia?

A angústia é uma forte sensação psicológica caracterizada por um grupo de sintomas (que podem se manifestar física e psicologicamente) e que resultam de uma situação em que a pessoa angustiada se sente ameaçada por algo pode acontecer  ou mesmo que já aconteceu antes e pode se repetir. 

Desse modo, a angústia não tem a ver somente com problemas traumáticos enfrentados no passado, mas também com o receio de acontecimentos futuros e com a preocupação excessiva resultante de problemas do presente (na maioria dos casos, não identificados).

Os sintomas vão desde mudanças repentinas de humor a alteração dos batimentos cardíacos e dor muscular provocada pela tensão do momento. Seus efeitos podem ser sentidos não apenas no emocional ou psicológico da pessoa afetada, mas também no corpo que é capaz de reagir negativamente. 

Em casos mais graves, a pessoa se sente incapaz de realizar atividades normais do cotidiano ou não é capaz de enxergar maneiras realistas e práticas de resolver os seus problemas (mesmo aqueles considerados pequenos!) e, por isso, acaba se isolando. 

É comum para a pessoa angustiada experimentar um sentimento de vazio que não pode ser explicado nem combatido e então ela passa a se questionar sobre as suas escolhas e decisões. É aqui que temos um agravamento do quadro, já que é justamente essa perda da capacidade de ação e reação que gera introversão, isolamento e sofrimento.

Os principais sintomas da angústia

Descubra o que é e como aliviar o sentimento de angústia

Como já dissemos anteriormente, a angústia não se caracteriza apenas por sintomas psicológicos; há também sintomas físicos que podem ser percebidos naquele que sofre desse sentimento. 

Os principais sinais da angústia são:

– Pensamentos negativos em excesso;
– Inquietação sem explicação;
Crises de ansiedade;
– Irritabilidade;
– Taquicardia, dor no peito e dificuldade de respirar;
– Dores de cabeça;
Insônia;
– Tristeza inexplicável e constante;
– Falta de apetite;
– Letargia;
– Sensação de vazio que não passa;
– Dificuldade de concentração;
– Cansaço frequente e dores pelo corpo (geralmente musculares).

Como fica claro com a nossa lista, os sintomas de angústia são complexos e variados. Isso faz com que muitas pessoas que sofrem desse mal não consigam ser diagnosticadas adequadamente.

Sem nenhum tipo de tratamento, o sentimento só tende a piorar e, em alguns casos, pode evoluir para outras patologias psicológicas.

O que fazer para amenizar os sintomas da angústia?

Tratar a angústia com a ajuda de um psicólogo é a melhor forma de se ajudar, mas existem outras maneiras de diminuir os sintomas e ter uma vida com menos sofrimento e mais tranquilidade e alegria. 

Veja aqui algumas dicas preciosas que podem te ajudar a aliviar o sentimento de angústia. Mas lembre-se: é preciso paciência e carinho consigo mesmo!

Procure refletir sobre o que pode estar causando este sentimento

Não é fácil, mas buscar refletir sobre a causa da sua angústia pode te ajudar a superar este sentimento! O que será que está causando essa sensação que te paralisa? 

Pense em possíveis problemas ou entraves pelos quais você pode estar passando e não está se dando conta. Um relacionamento tóxico? Uma fase passada da sua vida que você ainda não superou? Um trabalho desgastante

Muitas vezes, a angústia se origina em algum acontecimento marcante da sua vida que você ainda não conseguiu processar. Por isso, se perguntar sobre a causa da angústia pode te ajudar a solucionar esse “mistério”. 

Foque em você mesmo e não se cobre demais

Cuide de você. Descanse quando achar necessário, tire um dia de folga para não fazer nada (ou para fazer várias atividades prazerosas!), tome um banho relaxante e demorado, encontre aquelas pessoas queridas que te fazem bem, peça uma comida gostosa. Tire um tempo para você mesmo e procure esquecer do trabalho e dos problemas nesse dia. 

É preciso descansar a mente e o corpo para ter uma vida saudável. O esgotamento decorrente de uma rotina estressante e sem pausas pode causar não apenas o sentimento de angústia como também outras patologias psicológicas. Então, quando der, relaxe!

Faça exercícios físicos 

Fazer exercício físico não é bom apenas para o corpo, mas também para a nossa mente e para o nosso psicológico! Isso porque mexer o corpo libera dois hormônios: a dopamina e a serotonina, responsáveis pelas sensações de prazer e bem estar

Pode parecer difícil no começo, mas você notará uma melhora da disposição e uma diminuição do estresse e do esgotamento mental. 

30 minutos de exercício físico por dia são suficientes para te ajudar a relaxar e se sentir menos angustiado. 

E lembre-se que praticar um exercício físico não precisa ser chato! Dança, natação, patinação: são muitas as opções para além da corrida ou da musculação para quem quer se exercitar e se divertir. Encontre aquela atividade que te faça sorrir.

Tenha uma alimentação e hábitos saudáveis

Substitua o fast-food diário por comida de verdade. Pense no que você está comendo e como o seu corpo está sendo nutrido. Invista em alimentos que podem fazer bem para o seu corpo e para a sua mente, que te dêem a energia necessária para encarar sua rotina. 

Viver de barrinhas de cereal ou de lanches hipercalóricos pode parecer prático a curto prazo, mas uma alimentação desregrada faz com o que o seu corpo e a sua mente, depois de um tempo, se sintam mais e mais cansados. Um corpo e uma mente esgotados são lugares propícios para a angústia se manifestar.

Busque ajuda profissional

As dicas anteriores são um ótimo começo para você vencer o sentimento da angústia, mas nem sempre são suficientes. Em alguns casos, é preciso aceitar que a ajuda de um profissional é o melhor a ser feito. 

Não tenha vergonha de ir atrás de um psicólogo! Todos passamos por momentos difíceis em nossas vidas e é perfeitamente normal, em algum momento, não dar conta de lidar com os problemas sozinhos. 

Um bom psicólogo poderá lhe auxiliar na sua trajetória para compreender de onde vem a sua angústia e, assim, você será capaz de vencê-la!

Mas será que sentir angústia implica em algum problema psicológico?

Não é uma regra, mas em alguns casos a angústia pode estar relacionada a algumas condições psicológicas, como depressão, ansiedade, síndrome do pânico e transtorno bipolar. 

Apenas um bom profissional é capaz de investigar caso a caso para descobrir do que se trata, mas um indicativo de que o sentimento de angústia pode ter relação com a existência de algum distúrbio psicológico é a sua insistência em não desaparecer.

Sentir-se angustiado durante grande parte do seu dia é um sinal de alerta. Não menospreze seus sentimentos, procure ajuda!

Na Fepo, você encontra o auxílio necessário para lidar com o sentimento de angústia. A terapia online alivia a angústia e a dor através do contato atencioso entre psicólogo e paciente, promovendo o bem estar, o autoconhecimento e a saúde emocional.