meditacao-guiada

Confira: Benefícios da meditação guiada [Você vai se supreender!]

A meditação guiada trás diversos benefícios aos seus praticantes e iniciá-la pode ser mais fácil do que se imagina, no entanto, é necessário persistência para se beneficiar dessa prática.

meditacao-guiada

História da meditação

 

A diversidade de culturas sempre mostrou grandes variedades dos tipos de vida em sociedade, cada uma contando com seus valores éticos e morais, sempre buscando conhecimento e aprimoramentos quanto ao estilo de vida prática em sociedade pelo indivíduo.

 

Assim, o ser humano sempre buscou estudar de diversas formas os seus comportamentos, seja pela introspecção aprofundada da mente e consciência, desenvolvendo de certa forma um treinamento que auxiliasse a explorar sua mente e consciência de forma direta, sendo essa prática conhecida com meditação, obviamente sendo diversificada conforme localidade, culturas e objetivos.

 

A origem da palavra meditação surgiu do latim meditare, significando volta-se para o centro, uma forma do ser desconectar do mundo exterior e concentrar-se no seu eu interior, através de exercícios de concentração.

 

As referências mais antigas são datadas de antes do início do calendário cristão, originárias nas tradições orientais, sendo na China e Índia os relatos mais antigos sobre o assunto, datando 1500 a.C. na filosofia do hinduísmo Vedanta e algo em torno de 600 a.C. na filosofia chinesa Taoísta. O Budismo data de 500 a.C. iniciando seus ensinamentos através de Sidharta Gautama, conhecido como Buda.

 

Nessa época, a famosa Rota da Seda era um dos locais onde existia a maior difusão das técnicas e pensamentos de cada localidade, possibilitando a expansão do conhecimento da meditação para outros países orientais.

 

Bodhidharma (5 d.C.) foi um monge considerado um dos interlocutores do conceito Zen para a china, contudo a primeira escola de ao leste da Ásia seria fundada por Zhiyi no século 6, na China central, conseguindo organizar de forma sistêmica os diversos ensinamentos adquiridos na Índia.

 

No século 8, o budismo japonês ganhou notório crescimento, influenciado pelo budismo chinês, sendo que em 653 o monge Dosho inaugurou o primeiro local para a prática de meditação no Japão. Em 1227, após retorno da China, Dogen fundou a escola Soto Zen, sendo a pioneira na meditação sentada.

 

Já no Oriente Médio, entre os séculos 8 e 9, o estilo Dhikr foi adotado como uma prática islâmica de meditação, onde os praticantes repetiam 99 nomes de Deus no Alcorão, onde, no século 12, o estilo sufismo passou a integrar as técnicas meditativas e seus praticantes utilizavam o controle da respiração juntamente ao rito de repetir as palavras sagradas.

A Igreja Bizantina foi a mentora da meditação cristã, tendo como técnica a repetição de um mantra, elencado como um tipo de prece, descrita por Gregório do Sinai, em meados do século 14 na Grécia.

 

Foram encontradas ainda algumas citações sobre meditação cabalística em escrituras judaicas, difundidas pro Abraham Abulafia como uma técnica potencializadora e amplificadora do alcance da alma, tendo como base o alfabeto hebraico, utilizando essas escritas sagradas para acesso ao divino.

 

Um pouco mais próximo da atualidade, em 1970, Robert K. Wallace demonstrou pesquisas sobre respostas fisiológicas relacionadas ao relaxamento. Em 1979, John Kabat-Zinn criou o programa de meditação Mindfulness-Based Stress Reduction (MBSR), indicado para redução de estresse e dores crônicas, tendo como idealismo os estilos vipassana e zen, a fim de integrar as filosofias budistas antigas com a medicina e psicologia atuais.

 

O que é a Meditação?

 

Em resumo, meditação vem a ser um conjunto de exercícios de concentração com a finalidade de equilibrar as emoções interiores, auxiliando no combate ao estresse físico e psicológico. Na visão religiosa, é o exercício espiritual que prepara para a contemplação. De qualquer forma, o intuito é trazer paz e tranquilidade ao praticante.

 

Uma das formas de iniciar a meditação seria o foco na respiração, objeto ou pensamento único, contudo, na atualidade tais técnicas encontram diversos desafios, seja pelo ritmo de vida adotado pela pessoa, seja pelo local que o praticante dispões para o exercício, bem como o tempo cada vez mais curto para práticas saudáveis.

 

Assim, técnicas para meditação com enfoque na ansiedade, adotadas principalmente por monges e praticantes de níveis elevados de relaxamento podem ser implementadas por iniciantes através da rotina de meditação guiada.

 

Pelo fato da meditação ter em sua essência  uma filosofia religiosa foi durante muito tempo restrita a ser praticada em templos e lugares especiais e específicos, mas atualmente tem sido praticada em qualquer lugar, sem se restringir e muitos praticantes não a associam mais a uma filosofia religiosa, mas sim uma prática terapêutica complementar que traz benefícios à saúde dos praticantes.

 

O que é a Meditação Guiada?

 

meditacao-guiada

A meditação guiada é uma prática para usuários que têm incompatibilidade em manter o foco por um tempo mais longo, somado ou não a divergência de pensamentos, dificultando o enfoque na técnica de meditação quando da prática individual.

 

Logo, a técnica guiada imerge um ou mais usuários a um tipo de meditação orientada por um profissional ou praticante mais experiente, sendo guiados através de exercícios verbais, imagens ou sons, ela pode acontecer tanto pessoalmente com o profissional, por meio de áudios falados ou  gravados, textos, sons, músicas, ou uma mistura de várias dessas ferramentas.

 

Sempre ouvimos falar nos benefícios da meditação, mas de fato iniciá-la pode parecer simples, mas na verdade é um trabalho muito complexo de doutrinação e autoconhecimento. Nossa mente costuma pensar em muitas coisas ao mesmo tempo, até mesmo dormindo, então se concentrar em apenas uma coisa é uma tarefa um tanto quanto diferente do que estamos acostumados.

 

Mas não se pode considerá-la impossível, para quem é iniciante a meditação guiada é uma ótima opção pois te ajuda a manter o foco por mais tempo e ela oferece orientação a todo o  tempo em que se permanece meditando, e quanto mais orientação nós recebemos melhor nós conduzimos o que estamos fazendo.

 

Benefícios da meditação guiada

 

Com a utilização dessa técnica, os praticantes irão aprender a criar uma ligação entre corpo e mente, levando a diversos benefícios já conhecidos da meditação, mas a qualidade dessas melhorias depende da frequência com que você pratica, esses benefícios têm sido amplamente estudados cientificamente.

 

Alívio do estresse

Uma das doenças da atualidade, o estresse é uma reação natural do organismo a fatos cotidianos, os quais desencadeiam de forma involuntária reações em nossos corpos, provocando alterações físicas e emocionais. Com isso, o corpo entra em estado de alerta, deixando as pessoas cada vez mais cansadas em diversos níveis.

 

A meditação guiada então atua de forma proporcionar um relaxamento físico e mental, auxiliando em diversos sintomas relacionados ao estresse, como fibromialgia, transtornos pós-traumáticos, entre outros.

 

Auxilia no relaxamento

Quando o exercício é realizado de forma solitária, nem sempre atinge a eficácia desejada, contudo, quando o mesmo está sendo orientado por um profissional, o recurso da meditação guiada proporciona uma sensação maior de relaxamento, sendo mais palpável a sensação de tranquilidade.

 

Aumenta a habilidade de concentração

Como citado no início, uma das maiores dificuldades para os iniciantes está em manter o foco, não se apegando a nenhum tipo de pensamento divergente durante a prática, onde com a utilização da meditação guiada, a condução da concentração se torna mais eficaz.

 

Redução da ansiedade

Outra doença da atualidade, a ansiedade é um conjunto de sentimentos relacionados a preocupação, nervosismo e medo, podendo vir a tornar-se um distúrbio, afetando diversas pessoas. Com a prática da meditação guiada, juntamente ao ganho de confiança através de autoafirmação positivadas, auxilia a diminuir os sintomas relacionados à ansiedade de uma forma geral.

 

Redução dos sintomas de depressão

A depressão também é uma doença um pouco mais conhecida nos dias atuais, contudo não deixa de ser uma grande preocupação entre as pessoas, em diversos momentos desmotivando as pessoas, onde praticantes iniciais podem amplificar e melhorar sua autoimagem com as instruções de profissionais da meditação guiada, enfatizados por mantras a trazer uma visão mais positiva da vida.

 

Qualidade no sono

Uma grande diversidade de técnicas referentes a meditação guiada para uma noite tranquila de sono pode auxiliar no controle dos pensamentos que interferem quando nos deitamos, auxiliando a relaxar, reduzindo o tempo necessário para adormecer, trazendo assim uma noite mais tranquila de sono.

 

Qualificação da memória

Com o decorrer dos anos, a memória costuma começar a apresentar algumas falhas, contudo, através da meditação, é possível realizar um combate a perda de memória, sendo de forma parcial em pessoas que possuem alguns tipos de delírios e alucinações.

 

Auxilia na consciência corporal e padrões comportamentais

A meditação em si, através de suas técnicas, proporciona ao usuário uma auto observação relacionadas a respiração, pensamentos e sentimentos, onde através da meditação guiada, esses itens relacionados passam a ser observados de uma forma direta, atuando como um tipo de apoio na percepção de detalhes envolvendo corpo e mente.

 

Funcionamento da meditação guiada

 

meditacao-guiada

Imagine que você está em uma viagem imaginária, buscando o equilíbrio entre corpo e mente, o qual venha a proporcionar um tipo de relaxamento, com o auxílio de alguém. Assim funciona a técnica de meditação guiada, sendo um tipo de ferramenta que administra o estresse, restabelecendo o equilíbrio entre corpo, mente e alma.

 

Tal condução pode ser realizada de forma presencial ou online, através de aplicativos, podcast, vídeos, onde professores orientam de diversas formas o praticante, com o intuito de atingir o seu objetivo. O praticante tem somente que buscar relaxar, enquanto segue as instruções emanadas pelo seu professor. As meditações guiadas fornecem dessa forma, recursos para que o praticante não divague em seus pensamentos, auxiliando no enfoque mental.

Conheça meditopia, app para meditação guiada!

Nas meditações guiadas você poderá encontrar sons de natureza, música, tons de voz calmos e tranquilizantes, repetição de palavras, diversos recursos que estimulem sua concentração.

 

Às técnicas podem ser variáveis, algumas orientam que você esteja sentado, outras deitado confortavelmente, de olhos fechados ou abertos, caminhando ou parado. é preciso se entregar inteiramente ao exercício proposto. existe também dentro da meditação guiada a técnica de visualização, onde você usará sua imaginação para visualizar formas, objetos ou lugares, se você sentir dificuldade com essa técnica não se desespere, é só uma das  ferramentas para ajudar, não a única. Lembre -se de sempre buscar algo que lhe agrade.

 

Para quem se indica a meditação guiada?

 

Confira: Benefícios da meditação guiada [Você vai se supreender!]

A meditação guiada é indicada para quem não realiza a meditação frequentemente,

que possui de certa forma dificuldades para manter o foco na concentração, bem como se distrai com facilidade.

 

Tendo em vista os benefícios observados anteriormente, a meditação guiada pode se tornar muito mais indicada para às  pessoas que possuam algum tipo de alteração no seu psicológico, tais como depressão e ansiedade, pois essas pessoas, quando efetuam a meditação de forma solitária e sem direcionamento, pode ter efeitos contrários, amplificando alguns tipos de mal estar.

 

Esse tipo de visão está correlacionado ao fato de que, em um momento de introspecção e concentração individual, o praticante pode potencializar sentimentos que mais se fazem presentes, como tristezas e angústias. Logo, a meditação guiada por profissionais que possuam conhecimento especializados se fazem necessários, claro que unindo o fato de que o praticante que possua essas predisposições, realizam acompanhamentos psicológicos e psiquiátricos, quando necessários.

 

A meditação é uma terapia complementar mas precisa estar atrelada a psicoterapia verbal, principalmente para pessoas que sofrem de depressão e ansiedade, nesses casos a meditação guiada é um ótimo guia para a atenção do indivíduo direcionada a um estado controlado, equilibrando as sensações.

 

Mas há contraindicações?

 

Não! A meditação guiada é muito segura, no entanto é indicado que se verifique o conteúdo antes, se ele está de acordo com o que você procura, para evitar se frustrar. Por exemplo, algumas pessoas podem não gostar de meditações que falem sobre religiosidade. A meditação é algo para ser gostoso e prazeroso para proporcionar boas sensações e energias para o praticante

 

Como praticar a meditação guiada?

 

Veja agora um passo a passo de como se preparar para a prática da meditação guiada:

 

  1. Primeiramente, planeje o tempo limite para a prática, utilizando algum tipo de alerta ou despertador para informar o final da prática. Caso o exercício seja guiado por um professor de forma presencial, evite deixar o celular próximo, para não criar nenhum tipo de distração.

 

  1. Deve-se dar preferência a locais bem calmos, em horários que sejam tranquilos, para que possa ser realizada a prática da meditação de forma diária no mesmo horário e no mesmo local.

 

  1. Realize alongamentos e aquecimentos incluindo técnicas de respiração profunda e yoga antes do início da meditação guiada. Essa prática auxilia seu corpo e mente a se desligar de pensamentos que possam interferir no exercício.

 

  1. Assim, inicie a meditação guiada, sentando de forma a encontrar uma posição confortável, utilizando de almofadas para estabilizar.

 

  1. Caso tenha realizado exercícios de respiração antes de iniciar, perceberá que, ao iniciar a meditação guiada e receber as primeiras instruções, a respiração já estará estabilizada de forma leve e contínua, facilitando a concentração no sentimento de calma nos intervalos de cada respiração.

 

  1. Mantenha os olhos fechados para maior concentração.

 

  1. Não se apegue a devaneios durante a meditação, bem como não faça julgamentos, apenas observe eles, indo e vindo.

 

  1. Quando estiver pronto, volte ao foco de forma gradual, focando nas respirações, com o intuito de seguir as orientações.

 

  1. Chegando ao final da meditação guiada, abra os olhos gradualmente, movimentando aos poucos braços e pernas.

 

  1. Por fim, observe seu corpo, mente e respiração antes de sair da meditação.

 

Qual a frequência para praticar a meditação guiada?

A fim de aproveitar ao máximo os benefícios proporcionados pelo exercício da concentração, se faz necessário que a meditação faça parte de suas atividades diárias, vindo a tornar-se um hábito, algo essencial para auxiliar em sua rotina.

 

Não existe momento ideal para realizar a prática da meditação guiada, mas sim ajustar conforme a necessidade e oportunidades de horário de cada pessoa, sendo fundamental que, no horário estabelecido para a prática, não exista nenhum tipo de interrupções ou distrações. Recomenda-se a prática ao nascer do sol e ao pôr do sol, nos períodos de transições naturais do dia e da noite.

 

Você pode ter dificuldades em notar a melhora nos primeiros dias de meditação, no entanto, é preciso continuar a prática diariamente para se notas os benefícios, eles aparecem ao longo do tempo, e com sua paciência e persistência, pode ser difícil conseguir perceber os benefícios de um dia para o outro mas se você analisar em um intervalo de tempo maior é possível ver grandes mudanças.

 

Você poderá realizar meditações guiadas rápidas ou mais demoradas, para quem ainda não sabe como fazer, tirar apenas 3 minutinhos do seu dia pode ser o suficiente para começar. mas também um tempo muito pequeno pode não ajudar no início em que ocorre o treinamento do cérebro, pois a distração costuma tentar se impor logo nos primeiros minutos da meditação.

 

O ideal é que você mesmo procure entender o que é melhor para você, se você se sente melhor com áudios mais longos ótimo, mas se você prefere meditações mais curtas e percebe que isso lhe dá bons resultados, é um exercício de autoconhecimento também.

 

Se você não conseguir meditar todo dia no mesmo horário e local está tudo bem, o importante é que você encontre um espaço no seu dia para se dedicar única e exclusivamente à você sem faltar nenhum dia.

Meditação guiada online

 

Com o advento da tecnologia, munido aos diversos tipos de equipamentos e comunicações disponíveis, é possível praticar a meditação guiada de forma online, caso não possua tempo ou meios para ter uma orientação presencial de professores.

 

Existem sites especializados em oferecer aulas online de meditação guiada, você tem acesso a diferentes aulas, diariamente, além disso os profissionais são totalmente capacitados e habilitados para oferecer esse tipo de meditação, no entanto há um custo que não costuma ser tão alto, vale a pena buscar um profissional certificado para te auxiliar.

 

Mas além disso, existem aplicativos e vídeos de meditação guiada gratuitos, você só precisa buscar, são muitos e você poderá se adaptar muito bem a eles, com isso, se for do seu interesse você poderá meditar sozinho em breve, se esse for seu objetivo. Existem muitas técnicas de meditação guiada, a mais popular na atualidade é a mindfulness, a internet vem tirando esse estigma de exercício extremamente complexo. Já que são muitos o ideal é encontrar um que esteja de acordo com o seu perfil, com discursos que te agradem, que podem ser dos mais espiritualizados aos mais exóticos, você pode experimentar vários e escolher um para fortalecer seu hábito,  no início tente não ficar buscando outros vídeos e áudios  diferentes pois você poderá ficar desanimado, foque em apenas um que você goste para evoluir nele.

 

A meditação guiada tem apresentado grande sucesso e popularidade principalmente com essa facilidade que a mídia proporciona se adaptando a realidade de muitas pessoas que não poderiam dispor de tempo para ir até lugares que oferecessem pessoalmente a técnica.

 

Na época atual em que vivemos momentos de grandes angústias e dificuldades com o nosso “eu” novas habilidades que busquem compensar e diminuir o impacto que esses sentimentos e sensações ruins causam  na nossa vida são mais naturais de aparecerem, como a meditação e yoga, que se popularizaram, para preencher necessidades do nosso cotidiano tão difícil, essas técnicas complementares oferecem um respiro, nos proporcionando um equilíbrio e mais resiliência para enfrentá-lo.

 

Como utilizar a meditação guiada na hora de dormir?

 

É fato que com a nossa rotina dificultada quando deitamos para descansar nosso corpo ainda não está preparado para dormir, ele está ligado no 220v, então muita pessoas tem dificuldades consideráveis para descansar de fato, fechar os olhos e ser levado para uma noite tranquila de sono infelizmente não é tão simples para muitos.

 

Como a meditação promove entre outras coisas a redução da pressão arterial e frequência cardíaca além de diminuir a atividade cerebral trazendo efeitos positivos para a hora de dormir. se seu objetivo com a meditação guiada é ter uma boa noite de sono, é interessante que você realize ela a noite, na hora de dormir, de preferência já na cama depois de realizar toda a sua rotina noturna.

 

Como fazer meditação guiada para dormir?

 

  • Escolhendo uma gravação do seu gosto, aquela que mais lhe agrada, calma e tranquila.
  • Diminua a luz do dispositivo que está transmitindo o áudio da meditação, a luz atrapalha o sono pois estimula o cérebro.
  • deite na sua cama confortavelmente e respire de forma profunda e lenta
  • concentre no que a pessoa está dizendo na meditação guiada, mantenha sua mente concentrada impedindo que ela divague.

 

A meditação guiada apresenta imagens na sua mente que te auxiliam a dormir, essas imagens são construídas pela sua imaginação com base em histórias, sons, descrições. além da ferramenta de imaginar essas imagens  também são criadas situações relaxantes que buscam promover o contato com o que você está sentindo no corpo.

 

Existem pessoas que conseguem logo na primeira experiência garantir uma boa noite de sono, outras pessoas levam mais tempo, por isso é importante reforçar a necessidade de se manter uma consistência na sua frequência de meditação.

 

A meditação substitui a higiene do sono?

 

Primeiramente, o que é a higiene do sono? A higiene do sono é um ritual/ uma rotina que conduz o corpo para uma noite de sono com maior qualidade, esse ritual inclui deixar o ambiente mais confortável e se possível sem luz, para promover um ambiente relaxante, além disso manter um horário específico para dormir e acordar todo dia é importante.

 

Se você possuir hábitos saudáveis durante o dia, com boa alimentação e exercícios físicos, evitando bebidas cafeinadas durante a noite, isso tudo promove benefícios para sua noite de sono. A meditação não exclui essas práticas antes de dormir, mas as complementa, dessa forma pode-se obter uma noite de sono com mais qualidade.

 

O que são terapias complementares?

 

São terapias que auxiliam no tratamento realizado pelo psicoterapeuta, temos que lembrar sempre que apenas essas terapias sozinhas podem não trazer os resultados esperados, no entanto quando em conjunto com a psicoterapia verbal amplamente conhecida realizada por profissionais da psicologia trazem benefícios notáveis e muitas vezes em um período de tempo mais curto. Essas praticas são baseadas em recursos terapêuticos e conhecimentos tradicionais e são voltados para um cuidado integral á saúde e prevenção e manejo de doenças como a hipertensão e a depressão, sendo reconhecidas pela OMS, que orientam que seus países adicionem as terapias complementares aos seus sistemas de saúde.

 

As mais conhecidas são: aromaterapia; cromoterapia; florais; acupuntura e a musicoterapia. Atualmente com os crescentes estudos e pesquisas científicas, algumas delas podem ser acessadas pelo Sistema Único de Saúde em alguns municípios brasileiros.  Essas práticas podem ser utilizadas em unidades básicas de saúde na média e alta complexidade.

Concluindo

 

Para iniciantes na prática da meditação e principalmente para os iniciantes que possuem dificuldades de concentração ou pessoas com ansiedade e depressão, a meditação guiada é uma grande aliada na melhoria da qualidade de vida.

 

Sendo que a meditação guiada tem seu acesso muito facilitado pelo fato de que pode ser facilmente encontrada online, em diversas formas, sendo elas com muitas variações no seu objetivo, na forma de falar, nos assuntos que permeiam, então é importante salientar que a meditação guiada precisa ser algo que te agrade que esteja de acordo com sua realidade, necessidade e preferências.

 

A meditação guiada assim como, outras técnicas complementares pode ser realizada em grupo ou sozinho, sentado ou deitado onde for mais confortável, ou até mesmo caminhando, o importante é prestar atenção no que está sendo instruído.

 

Conhecida antigamente por sua origem religiosa, a meditação hoje em dia já não se relaciona com a espiritualidade para muitos dos praticantes, no entanto os que se relacionam sentem que os benefícios também são amplos. Não é mais necessário ir até templos para meditar, você poderá fazer isso da sua cama mesmo antes de dormir.

 

Você pode já ter visto alguns títulos de vídeos como: “música para dormir rapidamente”, “Sons que acalmam” e “sons da natureza” todos esses são ferramentas para meditação guiada.

 

Não existe um momento cravado que seja o ideal para praticar a meditação, principalmente nos dias atuais em que nós possuímos uma rotina de correria, e estresse diários. O ideal é sempre buscar em qual momento do seu dia você poderia encontrar um lugar calmo e relaxante para que você possa se dedicar a prática da melhor maneira possível, dentro de sua realidade no momento.

 

Existem meditações guiadas direcionadas para tratamento de problemas específicos como a meditação guiada para ansiedade, dedicada a pessoas que estão enfrentando pensamentos descontrolados, insônia, dores tensionais, aceleração e mudanças de apetite. Também existe a meditação guiada para a cura, que busca realizar uma limpeza energética, limpar os pensamentos e sentimentos que aprisionam e causam o cansaço mental. A meditação guiada para ajudar na gratidão e sensação de bem estar. A meditação guiada mais direcionada para a parte da manhã, outra para dormir outras que são separadas por tempo, 3, 5 e 10 minutos, ou até mais.

 

Essas técnicas com a popularização e o reconhecimento científico também são ofertadas pelo sistema público de saúde brasileiro para muitos municípios do país, e cada dia mais tem sido procurados, pela população como forma de promover sua saúde e prevenir doenças crônicas, no entanto a oferta por esses serviços também depende da existência de profissionais capacitados para atuar nos municípios.

 

Em suma os benefícios apontados por estudos científicos advindos da prática da meditação são: A redução do estresse; A diminuição de sintomas de depressão; Manejo da ansiedade; Proporciona a potencialização do autoconhecimento e da autoestima do indivíduo; Melhora no desenvolvimento do foco para as atividades; Redução de perda de memória; Aumento das emoções positivas; Diminuição de vícios; Melhora da qualidade do sono; Benefícios nas doenças crônicas. Uma lista bem ampla se formos colocar na balança, o fato de que a meditação pode ser realizada em casa, sem grande necessidade de investir financeiramente para se ter acesso a ela, por mais que existam profissionais capacitados que forneçam cursos pagos, também há a possibilidade de acessar essas técnicas gratuitamente, um grande avanço que a tecnologia tem nos proporcionado para melhoria da saúde.

 

Por fim é importante salientar que a meditação guiada apesar de seus benefícios comprovados é uma técnica complementar não substitui a necessidade da realização de acompanhamento com psicólogos e psiquiatras em conjunto.

0
    0
    Seus Pedidos
    Você não possui nenhum pedido.Encontre seu Psicólogo

    Gostaria de conversar com um psicólogo?

    Aperte o botão abaixo para agendar a sua sessão online.