Como controlar o nervosismo? Aprenda aqui

como controlar o nervosismo

Você conhece a sensação pouco antes de um exame, uma apresentação ou uma entrevista: nada fica no estômago, seus joelhos ficam fracos, gotas de suor na testa e mãos trêmulas revelam sua inquietação interior. Afinal como controlar o nervosismo?

O medo do palco tem você sob controle. Mas todo mundo tem a oportunidade de aprender a não deixar que o nervosismo o controle. 

Mostraremos ao longo desse texto dicas para controlar o nervosismo.

Muitas pessoas sofrem de nervosismo em situações estressantes. Se você quiser combatê-los, precisará encontrar maneiras de recuperar a compostura ou, pelo menos, fazer com que pareça assim aos seus companheiros seres humanos. 

Mas é mais fácil falar do que fazer. Mas agora as boas notícias: o fato é que o nervosismo não é necessariamente inato ou herdável. Pelo contrário – o nervosismo é administrável.

Causas e sintomas de nervosismo

O nervosismo é um estado mental interno dos seres humanos (e também dos animais), representado pela remoção de um estado de sensação de calma ou pela redução da serenidade. Existe uma conexão entre as funções nervosas e o estado mental.

Esse “estado nervoso” interno pode tornar-se visível do lado de fora. Os sintomas são variados, mas todos certamente sofreram com eles em uma situação estressante. Os sintomas típicos são:

  • Andar de um lado para outro
  • voz alterada e elevada
  • fala rápida e menos controlada
  • Sudorese
  • Coração acelerado
  • Tremor
  • Náusea
  • Dor abdominal
  • Diarreia
  • Insônia

O nervosismo é uma reação normal do corpo. O desafio aqui, no entanto, é encontrar uma mistura ideal e individual de tensão e relaxamento.

Reunimos alguma ajuda para combater com êxito o nervosismo antes ou durante uma situação estressante.

Controlando o nervosismo a partir dos sintomas

1. Palpitações

Respiração profunda e uniforme é a chave do relaxamento. Inspire pelo nariz porque os pelos nasais filtram o ar e expire pela boca levemente aberta. Respire calma e uniformemente. Você sentirá rapidamente como a sua pulsação diminui e, eventualmente, normaliza.

2. Boca seca

Não consuma nada muito salgado antecipadamente e garanta que um copo de água esteja sempre disponível. Beber um copo d’água também pode ser usado como um meio de organizar seus pensamentos antes de reagir ou responder.

3. Voz trêmula

Se você notar antes de uma conversa importante que sua voz soa trêmula ou até falha completamente, os cuidados mais simples com as cordas vocais geralmente ajudam.

Para lubrificar as cordas vocais, você pode, por exemplo, beber água ou comer frutas. Sempre beba água em pequenos goles. Um truque simples que pode exigir um pouco mais de coragem é levantar a voz e falar um pouco mais alto.

4. Apertar as mãos

Não prepare memorandos muito grandes. Quanto maior o pedaço de papel em seus dedos, mais suas mãos tremem. Para controlar o movimento indesejado, você deve dar às mãos algo para fazer, a maneira mais fácil é acompanhar sua fala com gestos com as mãos e os braços, se possível.

5. Sudorese

Escolha sua roupa para se sentir confortável com a pele e tirar a jaqueta ou o blazer em caso de emergência. Escolha um agasalho leve. As manchas de suor são menos visíveis em tecidos mais leves do que em tecidos coloridos.

6. Blush

Lembre-se sempre de que você se sente avermelhado com muito mais intensidade do que o seu parceiro pode suspeitar. Os outros quase sempre se sentam a uma distância segura de você, provavelmente muito longe para perceber. Só você realmente sente como o calor sobe quando você cora. Tente ignorar isso, se possível.

7. Inquietação nervosa

Tente aceitar o seu nervosismo como uma resposta natural do seu corpo. Seu corpo produz adrenalina como uma espécie de mecanismo de proteção para se armar para todas as eventualidades. 

Seu nervosismo também desaparecerá logo após você se encontrar na situação temida, pois estará ocupado e se acostumará à situação.

8. Dificuldade de concentração

Os biólogos mostraram que a dificuldade de concentração em situações estressantes quase sempre pode ser atribuída à falta de oxigênio. Respire profundamente pelo nariz e expire lentamente pela boca. 

Concentre-se lenta e deliberadamente em inspirar e expirar profundamente. Idealmente, vá para uma janela aberta ou, melhor ainda, para fora.

9. Apagão

O sentimento opressivo de não ser capaz de lembrar de nada importante surge de um forte foco em si mesmo. Pensamentos sobre as expectativas de outras pessoas bloqueiam todos os outros pensamentos. 

Tente se concentrar em pequenas coisas simples do que você tem a dizer e, se necessário, use o material para palestras. Concentre-se mais no que você ainda sabe, não no que parece ter esquecido!

10. Autodúvida

Liberte-se da sua dúvida criando distração. Diga frases como “Eu posso fazer” em sua mente ou em voz alta. Ou lembre-se do seu último sucesso e torne-se consciente disso novamente. Também pode ajudar a pensar em um evento ou pessoa que seja valiosa para você e que possa ter motivado você a dar o próximo passo.

Como controlar o nervosismo?

Se você deseja dominar o nervosismo emergente, preste atenção a sua respiração.

Durante esses momentos é comum a respiração ficar acelerada e isso piora tudo, prejudica o seu corpo e a sua mente pela falta de oxigenação. Assim respire com o nariz e solte pela boca, de modo controlado e continuo. Faça isso por 3 minutos e você já sentirá uma melhora.

Leve nossas dicas ao coração e domine o próximo exame ou uma entrevista. O medo de dar errado não deve ser equiparado ao fracasso! Isso mostra muito menos do que você pensa. Você nunca deve esquecer: sua contraparte vê apenas uma fração do que você sente por dentro.

Porque até os profissionais apenas aprenderam a lidar adequadamente com o nervosismo. Ninguém pode desligá-lo. 

Querendo ajuda de um profissional para vencer o nervosismo, faça uma consulta com um psicólogo online do Fepo.

2 comentários em “Como controlar o nervosismo? Aprenda aqui”

Deixe um comentário

0
Pedidos