ansioso

Como saber se sou ansioso? Descubra agora

A ansiedade é um dos sentimentos mais controversos para compreender que existe, isso porque você pode ser ansioso ou ter um transtorno em relação a essa sensação. Por isso, hoje vamos tentar te mostrar como saber se você é ansioso.

A ansiedade, analisando de forma geral, é entendida como um sentimento comum. É normal você se sentir ansioso, estar animado e empolgado para que algo aconteça.

Dizer que tem ansiedade é como uma obrigatoriedade hoje em dia, pois se você reparar, muitos explicam as suas faltas de compromisso e irresponsabilidade por “ser” ansioso.

Obviamente que, em alguns casos, isso é verdade e a pessoa tem TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada). Porém, quantas pessoas você já conheceu que se autodiagnosticaram? Não sabemos explicar a razão, mas essa prática é comum na nossa sociedade atual.

Geralmente, as pessoas ficam ansiosas quando algo de importante vai acontecer. A exemplo disso, podemos citar grandes apresentações de trabalho, entrevistas de emprego, ou até mesmo um encontro romântico.

O problema surge quando essa ansiedade afeta o seu dia a dia ou como você lida com situações estressantes.

Vamos conferir então alguns sintomas que você pode identificar se é ansioso (ou simplesmente está).

Ser ou estar ansioso, eis a questão

O estilo que nós levamos para a nossa vida atualmente é mais agitado, conturbado, enfim. A questão é justamente se você é ansioso ou se você está ansioso. Esse tipo de questionamento costuma dividir opiniões.

Como falamos acima, muitas pessoas realizam uma pesquisa sobre determinado transtorno ou doença e diz que tem, sem ao menos consultar um profissional da área. Esse costume tomou uma proporção gigantesca, e, consequentemente, a automedicação também ganhou espaço.

Um profissional da área de Psicologia pode perfeitamente te ajudar nesse sentido. Não é errado pesquisar sobre doenças ou afins, o problema está em dizer que você tem aquilo, sem ao menos uma assistência médica, visto que é a única maneira de ter esse resultado concreto.

Geralmente, as pessoas que têm o TAG não apresentam dificuldade em começar uma relação pessoal ou íntima com outros, contudo, elas têm contratempos que as impedem de permanecer.

O nosso questionamento foi: ser ou estar, e essa é a pergunta que você fazer para si. Você está ansioso com determinado evento? Você se considera uma pessoa ansiosa normalmente? Mas se você não consegue responder, não entre em desespero, pois com acompanhamento profissional é possível resolver isso.

Um passo importante para mudar o seu comportamento diante da sua ansiedade (seja ela o sentimento ou o transtorno) é se conhecer. Não tem como dominar o que não conhece.

Comece um processo de autoconhecimento e descubra quais os seus pontos fortes e fracos. Como você lida com as situações de pressão do dia a dia diz muito sobre você e o que você conhece de si. Então coloque em prática tudo que conhece sobre você.

ansioso

Quais os sintomas para identificar o “ser” ansioso?

Ressalte-se o seguinte, não tem como descobrir exatamente o que está se passando com a sua vida como um todo através de um único texto. É preciso disciplina e frequência com os seus médicos da área para que eles te avaliam de forma pessoal e íntima.

Listaremos alguns dos sintomas mais comentados e citados quando o assunto é Transtorno de Ansiedade Generalizada, sendo os mais frequentes entre os ansiosos devidamente diagnosticados. Se você se identificar com algo que indicarmos aqui, procure um profissional psicólogo, assim, você vai obter certezas sobre o tema.

Medos constantes: quando se é uma pessoa ansiosa, é normal cultivar um sentimento de medo, e muitas vezes sem sentido ou justificativa. Isso significa dizer que não existe uma razão para estar sentindo medo, mas você está e não há explicações para isso.

E são medos sobre coisas rotineiras, como o fato de ficar só em casa. Às vezes, é inevitável não ficar só no seu lar, e por isso, ao saber dessa notícia, o seu corpo e o seu humor já ficam diferentes. Além disso, medo de decepcionar as pessoas ou estragar relações com pessoas próximas.

Nos casos em que a pessoa sente medos fortes e graves, deve-se tomar um cuidado dobrado, pois isso pode desencadear a síndrome do pânico.

Problemas intestinais e tensões musculares: engana-se quem pensa que a mente não manda no corpo. No momento que estamos com algum problema na nossa cabeça, seja um estresse ou a própria ansiedade, os sintomas se tornam exteriores, e vem em forma de enjoo, diarreia, tensão muscular, e por aí vai.

Entenda que a sua mente literalmente manda em você, se a sua cabeça não vai bem, nada mais vai. É comum ansiosos confundirem uma dor no peito com ataque cardíaco, e essa sensação é frequente, bem como o suor (mesmo em lugares frios) e a tremedeira no corpo. Cuide da sua cabeça!

Problemas para dormir: as pessoas ansiosas apresentam uma dificuldade gigantesca em dormir, e em continuar no sono, sendo a insônia um distúrbio que se tornou comum entre os pacientes de TAG. Com isso, todo o seu dia é atrapalhado.

Você não consegue se alimentar direito, ou come muito ou não come nada; você se sente mais irritado com situações triviais e facilmente resolvidas; dores de cabeça são recorrentes, e nem adianta se entupir de remédio, não vai adiantar.

Na verdade, para nenhum sintoma os remédios irão funcionar. Isso é tudo coisa da sua cabeça, e só vai passar quando você perceber que não tem necessidade de estar assim, mas na hora achamos que foi a medicação.

Pensamentos tóxicos ou obsessivos: os pensamentos obsessivos é o espaço mais perigoso de quem possui o TAG, podendo se tornar um problema ainda maior.

Quando a pessoa cisma em algo, não tira da cabeça. Quando isso ocorre com coisinhas pequenas, tudo bem, mas geralmente encontramos isso em ciúmes, inveja, e acaba destruindo uma relação – seja ela familiar, amorosa ou de amizade.

A mente de quem tem ansiedade é um lugar tóxico, onde nada de positivo consegue prosperar. Com isso, a ajuda profissional é imprescindível.

1 comentário em “Como saber se sou ansioso? Descubra agora”

  1. Um problema muito recorrente hoje em dia é algumas pessoas acharem “legal” se autodiagnosticar com TAG, pela confusão entre o estar ansioso e ser ansioso. Eu mesma já tive algumas dúvidas por não saber a diferença entre as situações! Muito esclarecedor o texto!

Deixe um comentário

0
Pedidos