Depressão tem cura? Saiba aqui

depressão tem cura

A depressão é uma doença comum que afeta quase um em cada 5 adultos em sua vida. Sendo uma doença real, que nos desapega da realidade e pode perturbar o equilíbrio da família. Mas será que a depressão tem cura?

Talvez você já tenha se feito essa pergunta, afinal os dados são preocupantes são mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo sofrendo de depressão, sendo mais de 11 milhões só no Brasil, segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde. 

Por conta desses dados alarmantes e o contínuo crescimento é que surge a pergunta se a depressão tem cura.

A verdade é que muito se fala sobre a depressão, porém a informação em si não existe, até pouco tempo atrás a depressão era considerada doença de gente doida e, sabemos que não é assim.

Hoje na era moderna e mesmo com a tecnologia avançada ainda encontramos muitas pessoas que tratam a depressão com desprezo, justamente pela falta de informação e conhecimento.

Aceite a depressão 

A depressão é uma doença real e não deve ser confundida com a tristeza ou melancolia que experimentamos frequentemente em nossas vidas. 

Sintomas depressivos podem surgir após eventos de perda, como o luto, mas neste caso não é uma questão de patologia: é de fato uma reação fisiológica que facilita os mecanismos de processamento e tem uma duração limitada. 

Em vez disso, a depressão patológica aparece independentemente do que está acontecendo conosco ou, de qualquer forma, representa uma reação exagerada e incompreensível aos eventos. 

O sintoma é representado pela queda de humor, tristeza, mas sua intensidade é muito maior do que a tristeza fisiológica: possui características quase físicas, um peso no peito ou na cabeça e é acompanhada por outros sintomas específicos da doença, como apatia, falta de energia, insônia, só para citar alguns. 

Outra característica é a sua imutabilidade ao longo do tempo: não melhora nem mesmo diante de notícias ou eventos positivos.

Não tenha vergonha da Depressão

Outro sintoma frequentemente associado à depressão é representado por anedonia ou a incapacidade de sentir prazer em atividades diárias. Os compromissos e interesses que antes eram motivo de satisfação, agora apenas despertam indiferença e esforço em sua realização. 

A pessoa deprimida vive em uma condição de “desaceleração” perene, que afeta tanto os aspectos físicos, o ritmo é mais lento, o movimento é cansativo quanto os psíquicos o pensamento se desenvolve com dificuldade, torna-se monotemático, a concentração e a atenção diminuem.

Sabia que a depressão é a doença que tira mais anos de vida saudável do brasileiro? Saiba mais aqui.

Depressão tem cura? Saiba de uma vez por todas a resposta 

Na definição oficial sobre a depressão temos: 

“Depressão (CID 10 – F33) é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite.”

A primeira coisa que precisamos identificar é que existe diferença entre depressão e tristeza transitória.

A tristeza sendo emoção está presente na vida de todos nós, porém o “estado de tristeza” é transitório aparecendo em situações específicas como por exemplo: luto, problemas financeiros, desilusão amorosa etc.

Enquanto na depressão a tristeza não acaba, duram dias, meses, anos e o pior sem nenhum motivo aparente. O depressivo perde a motivação pela vida e pelas coisas simples que antes realiza com prazer.

Existe tratamento eficaz?

É muito complexo e certo de que a depressão precisa ser acompanhada por um profissional, no Fepo você possui alternativas para escolher com qual você deseja ser acompanhado. 

Quando a depressão é considerada grave além de medicamentos é aconselhado o acompanhamento psicoterápico.  

O tempo para o tratamento depende da evolução de cada paciente, geralmente em médio e longo prazo. 

As medicações ajudam quanto aos sintomas físicos e genéticos, enquanto a psicoterapia é um tratamento constante e profundo como disse anteriormente que vai do médio a longo prazo para colher os resultados. 

Sim, a depressão tem cura e você poderá voltar a vida normal, desde que realize o tratamento corretamente, não negligencie ajuda, não pense que não é nada. 

Para as pessoas que em algum momento da vida já experimentou uma crise depressiva, precisa ficar atento pois novos episódios podem aparecer, no entanto o atendimento com um psicólogo online do Fepo é indicado. 

O que causa a depressão?

As causas da depressão são as mais variadas possíveis, podem ou não estar associada a traços genéticos e de personalidade, assim como um distúrbio do cérebro.

Alguns fatores externos podem ainda ser o causador da depressão, entre os mais conhecidos citamos:

  • Alguns medicamentos
  • Traumas de infância 
  • Estresse 
  • Luto
  • Doenças sistêmicas
  • Consumo de drogas

E os sintomas quais são?

Os sintomas são constantes e se não tratados permanecem a vida toda com o paciente.

Entre os sintomas estão:

  • Problemas relacionado ao sono
  • Pensamentos suicidas
  • Fadiga
  • Sentimento de vazio
  • Sentimento de culpa
  • Alteração da libido
  • Alteração no peso
  • Problemas psicomotores
  • Falta de concentração
  • Baixa autoestima

O que pode ajudar na depressão?

Além da ajuda médica e do acompanhamento com o psicólogo, existem outras coisas que podem ajudar no tratamento da depressão.

Não faça nada forçado, mas tenha força de vontade e realize algumas das opções abaixo por prazer se sentindo feliz em estar se exercitando. 

Vamos lá?!

Meditação: existem alguns aplicativos gratuitos e outros pagos para te auxiliar, aos poucos você notará os benefícios que a meditação irá te proporcionar. 

Exercícios físicos: o exercício físico libera os hormônios, serotonina endorfina, importantes no tratamento da depressão, pois as mesmas causam sensação de bem-estar.

Acupuntura: ajuda no alívio dos sintomas da depressão, sendo ótima para ansiedade, insônia e dores.

Reiki: Bem-estar e relaxamento.

Lidando com pessoas depressivas

Depressão não é frescura, então merece respeito e compressão. Como dito no começo a falta de informação e conhecimento dessa situação gera má interpretação em muitas pessoas. 

Como outra doença precisa ser diagnosticada e tratada, ou seus efeitos podem ser gravíssimos indo até a morte. 

O efeito no dia a dia é muito pesado

Todas as escolhas que costumamos fazer, desde as mais simples, como a seleção de roupas para vestir pela manhã ou o que cozinhar no almoço, até as mais complexas, como escolhas profissionais. 

Em outras palavras: não tomamos decisões apenas através do raciocínio, da lógica; o que nos faz decidir é a escolha que mais ressoa emocionalmente, a mais adequada para nós. 

E é por isso que às vezes tomamos decisões que são contrárias ao que a lógica nos diria e, muitas vezes, essas são as escolhas mais corretas. 

Na pessoa deprimida, as mudanças de humor são bloqueadas para baixo, falta ressonância emocional e, portanto, é difícil decidir. A racionalidade não ajuda e a ansiedade e os medos associados à depressão nos bloqueiam. 

É, portanto, uma patologia real. Reconheça, não subestime e aceite que uma pessoa com depressão está doente e precisa de ajuda.

Conte com a ajuda do Fepo, os melhores psicólogos estão aqui.

1 comentário em “Depressão tem cura? Saiba aqui”

Deixe um comentário

0
Pedidos