dicas-para-lidar-com-a-ansiedade-sozinho

DICAS PARA LIDAR COM A ANSIEDADE SOZINHO

Durante toda a nossa vida passamos por variadas situações, muitas dessas vivencias são boas e nos causam bem-estar, outras não nos fazem bem e acabam por gerar desconfortos, angústias, ansiedade e outros diversos sentimentos. 

Quem nunca ouvir alguém falar ou já se percebeu passando pela famosa “Ansiedade”, não é mesmo!? 

Muitas vezes não sabemos como lidar com ela, seja a ansiedade normal e necessária a vida ou aquela que nos causa prejuízos. 

Nesses momentos somos tomados por várias dúvidas e em diversas situações não conseguimos buscar ajuda de um profissional da psicologia ou, mesmo que tenhamos essa ajuda, ainda é necessário saber o que fazer quando estamos sozinhos. 

Durante a nossa vida é muito comum ouvir falar sobre ansiedade, ou melhor, todas as pessoas em alguém momento, quando estavam passando por situações de apreensão, tensão ou variadas outras, falaram que estavam ‘ansiosas’ ou com ‘ansiedade’. 

Esse sentimento pode ser gerado por muitos motivos, como ao realizar uma prova, ao esperar a chegada de alguém importante para nós, por conta de uma data importante ou, de fato, por apresentar crises intensas e um profissional médico te dar o diagnóstico de ansiedade. 

Veja também: Como funciona exatamente a terapia online?

AFINAL, O QUE É A ANSIEDADE?

Existem alguns tipos de ansiedade, aquela que vai desde a ansiedade necessária para a vida, aquela que acontece durante o nosso dia a dia, até aquela que nos adoecem, prejudicam ou incapazes de realizar as atividades que tanto precisamos e/ou gostamos. 

De modo geral a ansiedade é uma resposta emocional, um estado de apreensão que não conseguimos explicar direito, ela é uma mistura de sensações como a incerteza, medo ou desesperança, que pode ter muitos níveis de intensidade e experimentada de formas muito individuais por cada pessoa em cada momento. 

IMPORTANTE: É fundamental lembrar que a capacidade de nós, seres humanos, de ficar ansiosos é necessário para a sobrevivência e importante em inúmeros momentos na relação com as pessoas e na experimentação de sentimentos saudáveis. O grande problema é quando esse nível de ansiedade se torna grave, o que faz com que seja incompatível com a vida, nos tornando doentes e, em casos persistentes, nos matando. 

A ANSIEDADE SE MANIFESTA DE MUITAS MANEIRAS:

Antes de mais nada é importante reforçar que cada pessoa vai manifestar a ansiedade e seus sinais e sintomas de formas diferentes, se pegarmos 10 pessoas com ansiedade, cada uma delas irá manifestar e relatar esse sentimento de formas individuais. 

Vale a pena reforçar novamente que a ansiedade é fundamental para a nossa sobrevivência, mas se ela toma conta da nossa mente e começa a atrapalhar as nossas atividades do dia a dia, então aí temos que nos preocupar e procurar ajuda de um psicólogo.

Como os transtornos de ansiedade surgem?

Elas surgem quando temos um desbalanço na química do nosso cérebro. Bem no meio dele temos uma região que é chamada de amígdala cerebral, essa região é formada por duas estruturas que parecem dois carocinhos, que são hiper ativadas quando nos vemos em uma situação de perigo, liberam algumas substâncias químicas que vão se comunicar com algumas outras áreas do cérebro, desencadeando a reação corporal do medo. 

COMO LIDAR COM A ANSIEDADE?

dicas-para-lidar-com-a-ansiedade-sozinho

Por existir diversos tipos de ansiedade, e que elas são extremamente diferentes entre elas e mesmo dentro de cada tipo dependendo de pessoa para pessoa, é importante saber e prestar atenção em como são as manifestações dessa ansiedade em você, para então buscar as melhores ferramentas para amenizar e lidar com elas. 

Vamos ver agora algumas dicas de práticas que podem te ajudar, tanto a lidar com a ansiedade quanto a melhorar sua qualidade de vida de forma geral. 

  • Pratique exercícios físicos: Todas as pessoas deveriam ter acompanhamento de um profissional da educação física para realizar práticas esportivas ou exercícios físicos. Até para a realização de caminhadas precisamos pensar em cuidados, principalmente se você não é uma pessoa que está acostumada a praticar exercícios. 

Então comece sempre com cuidado e aos poucos, entendendo os limites do seu corpo e realizando essas práticas de forma regular, não adianta se exercitar uma vez no mês, tente incluir na sua rotina semanal atividades físicas no mínimo 3 vezes na semana. 

E não vale considerar o esforço físico que realiza no seu trabalho como exercício físico, você precisa realmente destinar e estar focado em um momento para cuidar de você e do seu corpo. Todo o contexto faz a diferença no resultado! 

    • Melhorar a alimentação: Existem alimentos que nos fazem mal e pioram o nosso bem estar, disposição e consequentemente afetam nossa saúde mental. Busque reduzir alimentos como o açúcar, carnes processadas e ultra processadas e alimentos gordurosos e inclua ou aumente o consumo de como frutas, legumes frescos ou pouco modificados, grãos integrais, carne magra. As pessoas que aderem uma alimentação mais balanceada e saudável de apresentem menos deprimidas, ansiosas, zangadas, cansadas e tensas.
    • Saúde mental: As pressões, cobranças e emoções da vida não são fáceis de lidar, muitas vezes afetando nossa saúde mental. Durante a vida é muito raro os momentos em que aprendemos a ter inteligência emocional, ou seja, sentir, entender e controlar as nossas emoções. Por conta desse mundo agitado que vivemos, podemos desenvolver alguns distúrbios ou entrar em algum tipo de sofrimento mental. Quando isso acontecer o melhor a se fazer é buscar um psicólogo, ele é o profissional mais capacitado para te ajudar nesse processo. Nem tudo é resolvido somente com medicamentos, principalmente quando falamos de saúde mental. 
  • Práticas que te ajudem e exercitar sua concentração e foco: Busque realizar práticas que te ajudem a ter foco como o yoga e meditações. As meditações são fortes aliadas na promoção da saúde mental, pois elas se adaptam a cada necessidade. Uma prática que está ganhando muito espaço é o “Mindfulness” ou “atenção plena”, que é trabalhar o foco no aqui e no agora, nas atividades que você está realizando e, de preferência, uma de cada vez. Ex: Almoçar enquanto vê um vídeo no celular ou responde mensagens no WhatsApp, nesse momento não se tem foco pleno em nenhuma das duas atividades, além da nossa mente ter que processar várias informações ao mesmo tempo. Experimente ter suas refeições sem distrações, sinta os sabores, as texturas e perceba como a qualidade do seu momento irá aumentar. 

 

IMPORTANTE: Veja e tente exercitas sempre todas as dicas juntas e todas as outras que te causam bem-estar, elas interferem umas nas outras e se potencializam. 

Sente, desenhe no papel, olhe para sua vida, muitas vezes acabamos vivendo e não prestamos atenção em nós. Viver é muito mais que ir trabalhar, cuidar da casa e fazer supermercado aos finais de semana. Cuide-se com carinho, você merece!

Deixe um comentário

0
    0
    Seus Pedidos
    Você não possui nenhum pedido.Encontre seu Psicólogo