Equilíbrio emocional: qual a sua importância?

equilibrio emocional

O que controla toda a nossa vida é a nossa cabeça, além das nossas emoções. O nosso corpo precisar estar alinhado quanto a isso, para que nada no nosso cotidiano seja interferido pela falta do equilíbrio emocional.

Todos os nossos sentimentos são necessários, pois nos dão informações valiosas sobre nós mesmos, e é por isso que é tão importante prestar atenção ao nosso estado emocional. 

É muito importante estar ciente disso, porque somente se conhecermos nosso estado emocional podemos alcançar equilíbrio emocional e bem-estar. 

Infelizmente, nem sempre é fácil cuidar de si e reconhecer o que está acontecendo em nós mesmos. Isto é especialmente verdade em situações emocionalmente difíceis e dolorosas. Situações que criam sofrimento e medo são como um monstro à nossa espera.

Tais situações levam à insegurança, estresse e medo. Se não sabemos o que fazer ou como agir, isso pode nos paralisar, por isso precisamos de um equilíbrio emocional ou essas situações vão nos levar a um círculo vicioso de estresse e apatia. 

O que podemos fazer se essas situações se tornarem intoleráveis? Como devemos nos comportar quando nos sentimos destruídos e presos em um beco sem saída? Como podemos enfrentar esses sentimentos negativos que nos mantêm presos?

O que é e por que é importante ter o equilíbrio emocional? 

Basicamente, nosso comportamento é medido a partir de dois fatos: ação e reação. Comumente comentados, a ação e a reação conseguem definir como as nossas emoções estão. 

Isso porque a ação é aquela que nós podemos parar, pensar, ponderar os prós e contras, e só depois agir (na teoria). Já a reação é quando precisa tomar uma atitude na mesma hora, ou seja, com situações que não poderiam ser previstas; nesse caso, o seu emocional precisa estar equilibrado, pois só assim você irá conseguir resolver os problemas da sua vida com mais fluidez. 

Uma reação negativa, por exemplo, pode ser identificada em uma roda de amigos quando alguém faz uma brincadeira com alguma insegurança sua, e você pode ficar calado e sofrer sozinho, ou explodir com a pessoa, sendo que nenhuma das duas seriam uma boa opção. 

Como alcançar o meu equilíbrio emocional? 

De antemão, avisamos que não existe nenhuma fórmula mágica. O que você pode começar a fazer é estar em constante exercício com a sua mente aliado com as dicas que estamos trazendo hoje. 

Outra dica é a procura de um profissional de Psicologia, pois eles não servem apenas para transtornos já existentes ou algum problema que já esteja acontecendo. A sua ida ao psicólogo pode ter o objetivo de prevenir alguma situação indesejada ou começar um processo de autoconhecimento. Por esse motivo, recomendamos um atendimento clínico psicológico em qualquer situação que você imaginar. 

Analise as dicas abaixo e verifique se já são presentes na sua vida. Em caso negativo, tente praticar agora mesmo, ou se você entender que esses “requisitos” já estão presentes na sua vida, tente manter – constância é tudo!

Vamos às dicas? 

O autoconhecimento é a chave para essa situação: o primeiro passo para encontrar o seu equilíbrio emocional com toda certeza é conhecer suas fragilidades, seus pontos negativos e muitas outras coisas; isso só é possível quando você olha pra si. Você não está fazendo um autojulgamento, e sim observando pontos importantes que precisam ser melhorados. 

Você precisa mudar algo? Todos nós precisamos! Ninguém é perfeito, e está tudo bem. O que você pode fazer é admitir que precisa repensar como está lidando com os acontecimentos ao seu redor e o que você pode fazer para melhorar. 

Você precisa de um tempo. Não é um tempo dos estudos, do trabalho, de casa ou nenhum stress, você precisa de um tempo para si. Procure destinar algumas horas do seu dia para você, sempre que puder. Fazer algo que você gosta (algum exercício, leitura, assistir algo) mantém o seu bem-estar. 

Viva o presente. O que aconteceu no passado, se você perdoou, mantenha onde está. O que vai acontecer amanhã é uma incerteza que você pode esperar, por isso viva o hoje. Deixe as coisas acontecerem naturalmente, obviamente fazendo a sua parte, estudando, se preparando, mas não ficar extremamente fissurado com o futuro e nem perder oportunidades por lembrar coisas passadas. 

Gratidão

Gratidão. Acho que essa é a palavra mais usada ultimamente, então tente absorver ao máximo o que isso quer dizer. Quando mais você reclama, mais o seu pensamento se mantém negativos. Procure tirar sempre a parte boa das coisas, tudo tem algo de bom para te oferecer, mesmo que pareça pouco, isso pode fazer uma grande diferença na sua vida. 

Leia também: Saiba como manter o controle emocional

Mude seus hábitos. Claro, algumas pessoas já têm uma rotina legal em que os hábitos são saudáveis, mas não são todos. Você pode começar por sua alimentação, cozinhar a sua própria comida, por exemplo, pode ser um bom caminho para o autoconhecimento. Não menospreze nenhuma tentativa, todas serão válidas! 

Aceitação. Como dito anteriormente, suas emoções serão a chave para o equilíbrio. Diante de qualquer situação, esqueça os sentimentos ruins, sempre olhe para esse acontecimento de uma forma diferente, positiva. Entendemos que pode ser extremamente complicado, mas esse é o caminho para encontrar um equilíbrio dentro de você. 

O processo até chegar ao equilíbrio é muito longo e pode até ser cansativo, mas pense que isso vai ajudar a sua vida de uma forma que você nem vai conseguir prever. O importante é que você esteja bem com qualquer situação – isso não significa que você tem que perdoar a todos ou ser legal com os outros 100% do seu tempo, mas esteja bem consigo que isso já vai ser uma melhora gigantesca. 

Esperamos que tenha gostado e que essas dicas tenham surtido algum efeito positivo na sua vida e que isso atinja as pessoas que estão próximas de você!

Conheça também os nossos psicólogos, clique aqui.

Deixe um comentário

0
Pedidos