Luto

O luto é sempre um tipo de situação que vivemos em nossas vidas. Ela não ocorre somente quando alguém importante para nós falece, mas acontece também com as perdas simbólicas como ficar desempregado, término de um relacionamento e o outras perdas que sejam significativas.

No entanto, poucas pessoas sabem de fato o que é o luto e como lidar com ela, o que certamente faz com não se saiba exatamente de que maneira é possível conviver com tal situação.

Por isso nesse artigo vou trazer todas as informações que você precisa saber sobre o luto, como vencer a situação e também as maneiras com as quais são experienciadas por cada pessoa.

Quais são as fases do luto?

Para começar precisamos entender que o luto se divide em 5 fases, e elas acontecem de acordo com o tempo, intensidade ou até mesmo a vivência com o que se perdeu, por isso é preciso saber que fase está atravessando.

luto

Normalmente o luto se divide nas seguintes fases:

  • Negação
  • Raiva
  • Barganha
  • Depressão
  • Aceitação

Vale lembrar que nem todas as fases podem ser vivenciadas, não é uma obrigação passar por todas elas, mas este é todo o processo que alguém enlutado pode atravessar.

Também é comum que as fases não fiquem tão evidentes para a pessoa que está passando por isso.

Negação

A negação é geralmente a primeira fase do luto, por onde a maioria das pessoas começa esse percurso.

Nessa fase a pessoa ainda não aceita o fato de ter perdido a pessoa querida e está sempre a espera de que algo aconteça e tudo retorne ao normal. É difícil seguir a vida nesse momento, o sentimento de perda ainda é muito forte.

Raiva

A raiva é geralmente o segundo passo, acontece quando a pessoa sente uma raiva muito grande, normalmente direcionando para o ente que faleceu, contra Deus, até contra equipes médicas, hospitais e tudo o que geralmente está diretamente ligada com a situação.

Esse talvez seja um dos períodos mais críticos, considerando principalmente pelo tipo de sentimento que é desencadeado.

Apesar de passageiro, é importante que existe um espaço para que possa ser colocado toda a emoção, mas que não tenha risco de machucar outras pessoas nesse processo, assim será possível passar por esse período de uma forma muito mais saudável.

Barganha

A fase da barganha é a intermediária no luto, é reconhecida quando a pessoa começa a fazer algumas negociações, seja com o que for que ela acredita, como Deus, vida, universo ou qualquer outra coisa.

Frases do tipo “se foi uma lição, agora eu aprendi”, ou “se precisar, agora vou ser uma pessoa melhor” são comuns nesse período.

Ainda, é uma tentativa de reaver o perdido ou mesmo tentar negociar para que isso não volte a acontecer, de maneira que ela fique não precise mais passar por aquilo.

Depressão

A depressão é talvez a mais preocupantes das fases do luto, principalmente pelo fato de que algumas pessoas não conseguem superá-lá, correndo o risco de agravar o quadro.

Neste momento a pessoa não está mais tão ativa quanto nas anteriores e se torna mais reclusas, evita sair e uma tristeza profunda toma conta da pessoa, o que pode evoluir para uma depressão mais grave ou não.

O esperado é que a pessoa consiga de fato passar por esse período e consiga também trabalhar consigo mesma a situação, tendo uma resposta mais ativa. No entanto, é importante que exista uma pessoa acompanhando essa fase, já que há grande risco de saúde.

Aceitação

Por último a aceitação é quando a pessoa de fato entende que nada pode fazer e então passa a ver toda a situação como algo natural e que não poderia ser evitado.

Apesar de ser uma das fases mais simples de lidar já que não existem muitos pensamentos negativos, ter alguém do lado é importante de modo a evitar recaídas.

Como lidar com a perda

Lidar com perdas nem sempre é fácil, por isso é preciso que você tenha um apoio e busque também pessoas que consigam te dar um suporte nesse momento, para que esse processo seja menos doloroso.

luto

A partir disso é possível que você encontre forças para superar, mesmo que seja difícil e doloroso, é um processo natural e que de qualquer modo irá acontecer, para que depois a vida siga seu rumo e traga novas possibilidades.

Lembre-se

Um período de luto muito longo pode não ser saudável, nesses casos é válido considerar a possibilidade de procurar um psicólogo para ajudar nesse processo. Um profissional capacitado e preparado para isso terá condição de dar o suporte necessário para a cessação do sofrimento.

Quer conhecer outras maneiras de lidar com o luto? Clique aqui.

Veja também os benefícios de fazer terapia online com um psicólogo, clique aqui.

0
Pedidos