Psicólogo e Psiquiatra | Quais as principais diferenças?

Psicólogo e Psiquiatra, antes de procurarmos qualquer profissional, precisamos saber o que ele faz. Da mesma maneira que você não vai no mecânico comprar pão, não dá para ir no psiquiatra e pedir que faça o trabalho do psicólogo.

Tanto os psicólogos quanto os psiquiatras são os únicos profissionais de saúde habilitados para lidar com questões da mente, sem exceção.

Em alguns casos, o trabalho de um completa o do outro. Trabalham juntos para ajudar a pessoa a se restabelecer, levando saúde e bem-estar.

As duas áreas possuem um Conselho Federal, o de Psicologia, e o de Psiquiatria que serve para regular a profissão. O que traz segurança para você, caso algum deles cometa algum erro, porque ele será responsabilizado.

Você deve estar se perguntando, mas o que cada um faz afinal? Pois bem, vamos dar uma olhada.

Quem é o Psiquiatra?

O psiquiatra é um profissional formado em medicina e quando está trabalhando na sua formação tem mais contato com as áreas de neurologia, enfermagem, clínica médica, emergência psiquiátrica, dependência química e psiquiatria infantil.
A experiência dele é feita em ambulatórios especializados para esquizofrenia e transtornos de humor.

Psicologo-e-Psiquiatra
Pela sua própria formação eles focam mais na biologia e na neuroquímica dos seus pacientes, tanto é que muitas vezes o tratamento é feito por medicamentos para ajudar a pessoa se restabelecer.

Quem é o Psicólogo?


Os psicólogos são profissionais que estudam pelo menos 5 anos para se tornarem aptos para tratar estados e processos mentais, além do comportamento das pessoas e o modo como interagem com os outros e com o mundo.

Os profissionais que atendem em consultórios estão sempre estudando, mesmo depois de formados. Lidar com questões tão profundas do ser humano demanda aprendizado contínuo.

Outra coisa importante é que há vários de tipos abordagens que o psicólogo pode escolher. Mas Psicologia não é uma coisa só?
Psicologo-e-PsiquiatraA resposta mais sincera é sim e não. Sei que não é a melhor resposta, mas vou te explicar o porquê.

Todas as abordagens da psicologia se preocupam com o bem-estar da pessoa e a ajudam a melhorar, caso não esteja bem internamente. Então, se uma pessoa está com depressão ou é ansiosa, o psicólogo vai trabalhar de modo que estes sintomas desapareçam, ou que pelo menos sejam reduzidos.

A diferença está no modo como isso é feito, é nessa parte que as abordagens mudam uma da outra. Algumas podem querer saber mais sobre o seu passado, outras de como você se sente quando situações incômodas acontecem. Elas começam de pontos diferentes para chegar no mesmo lugar.

Parece estranho, mas funciona bem. Essas diferenças ajudam o psicólogo a escolher a abordagem que mais se sente à vontade de trabalhar e como resultado ele irá te ajudar melhor.

Quando conhecer um psicólogo pergunte que abordagem ele segue e como ela funciona, eles têm o maior prazer em te explicar, porque é algo que eles se identificam e gostam.

Conclusão sobre Psicólogo e Psiquiatra

Não é incomum fazer tratamento com psicólogo e psiquiatra ao mesmo tempo. Lembra que em alguns casos um complementa o que o outro faz?

Vamos pegar como exemplo uma pessoa muito ansiosa e que tem sido muito prejudicada no seu dia-a-dia por causa disso. A psicoterapia demora algumas sessões para que os resultados comecem a aparecer, nesse momento é importante o trabalho do psiquiatra porque através da medicação ajuda a pessoa a se sentir mais calma.

Em um primeiro momento pode parecer que só ir no psiquiatra é a melhor solução, já que os resultados são imediatos, mas o que acontece se você tirar a medicação? A ansiedade irá voltar novamente. Então, você será sempre refém da medicação.

Nesse exemplo, a psicoterapia vai trabalhar para que a ansiedade diminua e que não seja mais necessário tomar mais medicação.

Esse foi um caso um pouco mais pesado que usamos para mostrar, normalmente a psicoterapia basta para te dar bons resultados e se porventura for necessário, o próprio psicólogo irá te recomendar um psiquiatra.

Compartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
0
Pedidos