Como lidar com os sintomas de ansiedade no dia a dia?

Ansiedade é um termo geralmente usado para definir vários distúrbios associados ao medo, apreensão, nervosismo e preocupação, que podem se manifestar de diferentes formas, intensidades e apresentar sinais que merecem atenção. Você sabe identificar quais são os sintomas de ansiedade?

A verdade é pode haver confusão entre a ansiedade que sentimos como reação natural, e que ocorre ocasionalmente no dia a dia de todas as pessoas, com a ansiedade que ultrapassa limites e se torna um transtorno para a rotina.

Por isso, neste artigo, a Fepo explica em detalhes os principais sintomas de ansiedade. E você confere também quais hábitos podem evitar a ocorrência das temidas crises. Acompanhe!

O que é ansiedade?

A ansiedade é um sentimento natural, vivenciado por todas as pessoas em determinadas situações. É um reflexo do medo, da insegurança ou da dificuldade em lidar com a incerteza sobre algo. Logo, é uma reação que nos prepara para viver situações que possuem grandes expectativas, como uma apresentação de trabalho, entrevista de emprego ou algum dilema pessoal.

Embora seja uma reação percebida em qualquer pessoa, quando essa sensação surge de forma intensa, frequente e atrapalha no dia a dia, ela é chamada de transtorno de ansiedade generalizada — uma patologia que interfere na qualidade de vida do indivíduo.

É importante destacar que a ansiedade que sentimos em determinadas situações rotineiras é diferente do transtorno de ansiedade, que pode ocorrer sem nenhuma razão aparente ou por motivos somados. Ele pode se apresentar em uma grande amplitude de sintomas — associados às experiências de vida e ao funcionamento do corpo —, já que a ansiedade costuma se manifestar fisicamente através da tensão muscular, por exemplo.

Como lidar com os sintomas de ansiedade no dia a dia?

 

E quais são os principais sintomas de ansiedade?

Há muitos sintomas que já foram relatados como ansiedade, sendo que cada indivíduo pode percebê-los de forma diferente. Alguns são percebidos fisicamente, no corpo, enquanto outros podem surgir psicologicamente, nos pensamentos.

Em todo caso, os sintomas costumam ser perturbadores, levando o indivíduo ao estado agudo da patologia que é a crise de ansiedade. Nestes episódios, os sintomas se tornam ainda mais intensos e precisam ser tratados imediatamente.

Veja a seguir os principais sintomas de ansiedade e como eles podem se manifestar:

Medo excessivo e irracional

Um dos principais sintomas de ansiedade é sentir medo o tempo todo por coisas irracionais. Por exemplo, medo de fracassar, de não ser bom o suficiente, de não ser aceito e de ficar sozinho. Alguns desses medos excessivos e irracionais ocorrem através da autocrítica.

Irritabilidade e mudanças de humor

Outro sintoma associado à ansiedade é a irritabilidade. A pessoa sente como se pudesse ter um “ataque de nervos” a qualquer momento. Além disso, seu humor oscila com frequência, podendo ir da euforia ao pranto num curto período de tempo. Tanto a irritabilidade quanto a mudança de humor repentina podem ocorrer sem explicação aparente, sendo ainda mais comum nos momentos de estresse e pressão cotidiana.

Preocupação excessiva

Esse é um sintoma que pode passar despercebido para muitas pessoas, mas que também está relacionado à ansiedade. As pessoas com esse transtorno ficam preocupadas excessivamente com todo tipo de problema, como dificuldades no trabalho, nas relações pessoais ou nas finanças. Essa preocupação é tão intensa que pode levar a sintomas físicos como dores de cabeça, no estômago, estresse e até gastrite ou úlceras.

Tensão muscular

Um sintoma físico da ansiedade é a tensão muscular, que geralmente é percebida nos ombros, costas e nuca. A pessoa sente que os músculos do pescoço estão tensos, travados e isso causa dor para fazer movimentos mais amplos.

Alterações metabólicas

As alterações metabólicas são sintomas físicos que o transtorno de ansiedade pode apresentar. Isso inclui o apetite desregulado, onde a pessoa tem a necessidade de comer algo ou de mastigar para aliviar alguma tensão, e as alterações de sono, onde a pessoa não consegue desligar-se porque está ansiosa por causa de algo que acontecerá no dia seguinte e acaba tendo que lidar com a insônia.

Medo de falar em público

Algumas pessoas confundem esse medo com a timidez, que é uma dificuldade em falar em público. Contudo, a ansiedade causa um medo enorme de falar em público que é percebido em vários sintomas como a respiração ofegante, taquicardia, mãos geladas, falta de ar e sudorese excessiva. Além disso, pode gerar a sensação de paralisação e afetar a vida profissional ou acadêmica.

Quais são as causas da ansiedade?

Não há uma única causa para o transtorno de ansiedade, mas sim um conjunto de fatores que podem desencadear essa patologia — o que inclui outros transtornos mentais e emocionais como a depressão, por exemplo. A ansiedade pode ser motivada por determinadas situações traumáticas ou ainda pode surgir através do uso de certas substâncias, como estimulantes e álcool.

Como é feito o diagnóstico de ansiedade?

O diagnóstico da ansiedade é realizado por um profissional habilitado, que precisará utilizar diferentes ferramentas diagnósticas para chegar a essa conclusão, como testes, avaliação dos sintomas e verificação.

Portanto, sempre que houver a recorrência dos sintomas acima ou consequências negativas após um episódio de ansiedade, deve-se procurar a ajuda de um profissional, como um psicólogo ou psiquiatra, para a realização do tratamento.

Sessão de terapia: quanto tempo dura e como ela funciona?

Qual é o tratamento para ansiedade?

A ansiedade é tratada através da psicoterapia, um tipo de atendimento realizado por psicólogos e psiquiatras, que pode ser presencial ou online. Em alguns casos, a psicoterapia pode ser realizada juntamente com o uso de medicação específica.

Além do tratamento recomendado para o transtorno, há alguns hábitos que o paciente com ansiedade pode adotar em seu dia a dia para aliviar o incômodo causado pelo transtorno.

Exercícios para Diminuir a Ansiedade

Como lidar com a ansiedade no dia a dia?

Para evitar a ocorrência de crises de ansiedade, existem algumas medidas que são bastante eficazes e que ajudam a controlar e diminuir essa sensação.
Confira a seguir quais são elas:

Hábitos alimentares mais saudáveis

A alimentação impacta em todo o funcionamento do organismo, por isso, ter hábitos de nutrição mais saudáveis pode ajudar a evitar crises de ansiedade. Isso inclui ter uma dieta balanceada e beber bastante água.

Cuidado com algumas substâncias

Substâncias como cigarro, álcool, alimentos e bebidas estimulantes (como café, chimarrão, chocolate, açúcar e alguns tipos de chá) podem intensificar os sintomas de ansiedade e levar a uma crise mais séria. Por isso, evite consumir se notar que eles tornam você mais ansioso após a ingestão — especialmente à noite, pois podem prejudicar o sono.

Boas noites de sono

Outra orientação importante para evitar a ansiedade é ter boas noites de sono. É durante o sono que nosso corpo consegue descansar e recuperar as energias para um novo dia. Então, procure priorizar dormir bem, tanto em quantidade de horas quanto em qualidade de sono.

Atividades físicas

As atividades físicas auxiliam a ter um corpo mais saudável e isso também reflete em uma mente mais equilibrada. Além disso, a prática regular de exercícios promove a liberação de determinados hormônios que trazem relaxamento, paz de espírito e prazer. Por isso, inclua atividades físicas em sua rotina.

Ajuda profissional

Por fim, a última dica para aliviar os sintomas, controlar a ansiedade e evitar as temidas crises, é buscar tratamento com um profissional habilitado a conduzir a psicoterapia, e utilizando medicação, somente em casos necessários.

Clique no banner e agende sua consulta com a Fepo:

Como lidar com os sintomas de ansiedade no dia a dia?

Lembrando que, mesmo que a pessoa não tenha o transtorno de ansiedade generalizada, o atendimento psicológico pode evitar o agravamento da sensação de ansiedade, além de trazer vários benefícios para a saúde emocional.

Se você identifica os sintomas de ansiedade e acredita que está passando por esse problema, conheça os nossos serviços de terapia online com psicólogos qualificados e preparados para te ajudar. Nossos atendimentos oferecem praticidade, valor acessível e mais comodidade para tratar sua saúde.

Gostou deste conteúdo? Então, continue acompanhando outros posts e materiais sobre saúde emocional aqui no blog da Fepo. Até mais!