o-que-um-psicologo-faz

PROFISSÃO: Tudo o que um Psicólogo faz e seu Mercado

Ansiedade e depressão são realidades da vida contemporânea e estão presentes em todo o mundo. Para ajudar a lidar com estes e outros distúrbios da mente, podemos contar com os especialistas em psicologia. Formado para entender a mente humana, o psicólogo é muito mais do que um ombro amigo para desabafar, mas, sim, alguém com olhar profissional para ajudar cada paciente a ter consciência de seus desafios e aprender como lidar com eles.

 

Um psicólogo estuda os processos mentais e comportamentais das pessoas observando, interpretando e registrando como os seres humanos se relacionam uns com os outros e com o meio em que estão socialmente inseridos (como por exemplo: escola, trabalho, família, academia etc).

 

Alguns psicólogos trabalham de forma independente, fazendo pesquisas ou trabalhando apenas com pacientes. Outros trabalham como parte de uma equipe de saúde, colaborando com médicos, assistentes sociais para tratar doenças e promover o bem-estar público.

 

A carreira de quem faz a graduação em psicologia é bem plural, já que o profissional pode trabalhar em diversos setores da saúde, empresas, clínicas particulares ou seguir carreira acadêmica como pesquisador nas universidades.

 

Os psicólogos procuram compreender e explicar pensamentos, emoções, sentimentos e comportamentos. A depender da corrente de estudo, os psicólogos fazem uso de técnicas como observação, avaliação e experimentação para desenvolver teorias sobre as crenças e sentimentos que influenciam as ações de um ser humano.

 

Estes profissionais reúnem com frequência dados e informações para avaliar o comportamento por meio de experiências que podem variar desde exames realizados em laboratório controlados até pesquisas na área de psicanálise ou psicoterapia. Os psicólogos também aplicam testes de personalidade, desempenho, aptidão ou inteligência.

 

Os formados em psicologia realizam uma análise minuciosa para identificar padrões de comportamento ou relações de causa e efeito entre eventos e usam essas informações ao testar teorias em suas pesquisas ou no tratamento de pacientes.

 

O que um psicólogo normalmente faz em seu cotidiano de trabalho?

 

sessao-de-terapia

 

Um psicólogo realiza pesquisas científicas para buscar a compreensão do comportamento e da função cerebral (como é o caso de um neuropsicólogo, por exemplo). Além disso, para realizar seu trabalho, é necessário que o psicólogo colete informações tal qual um cientista mesmo, por meio de pesquisas, testes, observações, entrevistas, enfim, tudo que for útil para suas análises de caso.

 

Em um estudo de caso, o psicólogo buscará padrões que o ajude a compreender e prever comportamentos de seus pacientes para ajudá-los. Quanto mais o profissional estuda e é exposto a novos casos, mais arcabouço teórico e prático ele conquista, podendo, dessa forma, usar o seu conhecimento para aumentar o entendimento sobre seus clientes de forma individual ou em grupo.

 

A terapia em grupo é uma forma muito eficaz para melhorar ambientes de trabalho, escolas, penitenciárias etc. O profissional que escolhe trabalhar com esta área normalmente desenvolve programas para abordar de forma coletiva questões psicológicas que estejam atrapalhando a convivência saudável das pessoas nestes lugares. É só pensar que, por exemplo, em um ambiente de trabalho no qual todos estão convivendo em harmonia, os funcionários produzirão melhor, o chefe será um líder responsável e o produto final apresentará mais qualidade, ou seja, todos sairão ganhando.

 

Outra parte muito relevante da terapia em grupo acontece com grupos menores, como casais ou familiares. Nestas sessões, os profissionais realizam uma análise com base em comportamentos coletivos para que possam ajudar nas mudanças desejadas.

 

O psicólogo é responsável por identificar e diagnosticar transtornos mentais, emocionais ou comportamentais e, a partir disso, compreender em quais fatores seu paciente é afetado nas questões do cotidiano para, dessa forma, desenvolver planos de tratamento.

 

Além de todas essas funções, um psicólogo também faz parcerias de trabalho com assistentes sociais e médicos para ajudar no tratamento dos pacientes e realizar mudanças significativas para a saúde deles, tais como mudanças de hábito, pensamento consciente e autocrítica.

 

Como é o ambiente de trabalho de um psicólogo?

 

Psicólogos podem ter suas próprias clínicas, muitas vezes um espaço dividido entre outros profissionais no qual cada um tem sua própria sala. Há ainda outras possibilidades como trabalhar no ambiente hospitalar, em centros comunitários, centros de reabilitação, instalações públicas voltadas para a saúde mental, faculdades, agências governamentais e universidades. Quem escolhe seguir carreira no setor de pesquisa, geralmente trabalha em universidades ou organizações privadas de estudo e pesquisa.

 

Já os psicólogos escolares trabalham em escolas públicas, variando em nível de creche até a faculdade. Eles também trabalham em escolas particulares, universidades, hospitais e clínicas, centros de tratamento comunitário e prática independente.

 

Os psicólogos em prática privada muitas vezes podem definir seus próprios horários. Eles geralmente oferecem horários noturnos ou finais de semana para acomodar os clientes com estas demandas, para que todos possam fazer sessões de terapia, por mais cheia que esteja a rotina das pessoas atualmente.

 

Pensando em se tornar um psicólogo? Preparamos uma lista de pontos positivos e negativos da profissão!

Como em toda profissão, existem aspectos positivos e negativos e na carreira de psicologia não é diferente.

  • Alguns aspectos negativos:

– Pode ser emocionalmente desgastante;

É por conta disso que todo psicólogo tem um supervisor para ajudá-lo com casos que possam causar mais desgaste ou que tenham uma temática nova para ele, algo ainda não trabalhado na prática pelo profissional.

– O trabalho às vezes pode ser frustrante (muitos clientes não voltam após a primeira visita);

Encarar os próprios problemas pode parecer o início de uma caminhada em busca de autoconhecimento e aprimoramento para a maioria das pessoas, mas algumas podem se assustar com essa ideia, afinal, qualquer mudança requer esforço. Alguns pacientes demoram a aceitar que precisam de ajuda ou desistem do tratamento por várias razões que não estão relacionadas com a qualidade do atendimento.

– Leva tempo para se estabelecer em uma comunidade para prática privada;

Um profissional qualificado e bem preparado para exercer sua profissão leva um tempo para conseguir formar uma grade de atendimentos com muito pacientes e casos variados, o que só enriquece seu arcabouço prático e faz com que sua necessidade por pesquisar mais e estudar novos casos cresça significantemente.

  • Alguns aspectos positivos:

– A psicologia é um campo diversificado que oferece muitas oportunidades;

Além de ter vários ramos para atuar, um psicólogo também pode dividir seu tempo entre práticas diferentes. Esta profissão permite, por exemplo, que o profissional adquira experiência no setor público, trabalhando em um hospital por meio período, assim como atuar no setor privado atendendo em sua própria clínica.

A pluralidade de áreas e maneiras de atuar é enriquecedora para os profissionais de psicologia, aumentando as chances de satisfação em seus atendimentos tanto por parte deles como de seus pacientes.

– O horário de trabalho é bem flexível na maior parte dos casos;

Bom para os clientes, melhor ainda para o profissional que pode escolher qual é o melhor horário para atender. Há a possibilidade até mesmo de trabalhar em dois lugares por dia, revezando entre os melhores horários para atender à clientela.

– Ver os resultados do seu trabalho é gratificante;

O profissional que se dedica vê o resultado, isso é fato! Por isso, quando for escolher um psicólogo dê atenção especial à formação e atuação dele na área. Converse, pergunte todas suas dúvidas e observe o quanto ele é entendido e interessado no que faz. Bons profissionais estão sempre se renovando para melhor atender ao público.

– É trabalho garantido, uma vez estabelecido dentro de uma comunidade;

A demanda mundial está em crescimento constante na procura por profissionais desta área. A busca por bons profissionais já é uma realidade de mercado.

 

O compromisso dos psicólogos com os pacientes é imenso

Os psicólogos têm um trabalho que demanda muita atenção e responsabilidade, mas é muito recompensador. Desde estudar os processos e comportamentos cognitivos, emocionais e sociais das pessoas até conduzir seus estudos por meio da psicoterapia e da observação, os profissionais dedicam boa parte de seu tempo atuando. O relato de suas descobertas ajuda a formar diagnósticos para ajudar seus pacientes.

 

Interpretando e registrando como seus pacientes se relacionam com o ambiente que os cerca e com as pessoas em suas vidas. Um objetivo fundamental para os psicólogos é compreender e articular os pensamentos, emoções, sentimentos e comportamentos de seus clientes.

 

Um dia normal para um psicólogo pode incluir a coleta de informações (por meio de pesquisas, entrevistas, etc.), realização de estudos da função cerebral e do comportamento dos clientes, pesquisa, identificação de padrões comportamentais e emocionais em clientes, diagnóstico de distúrbios, definição de planos de tratamento, encaminhamentos e escrita. Os psicólogos que se concentram na pesquisa podem acabar escrevendo artigos de pesquisa para compartilhar as conclusões de seus estudos. Educar outras pessoas é o principal objetivo dos psicólogos que focam suas carreiras em pesquisa.

 

Os psicólogos podem avaliar o comportamento do paciente por meio de experimentos, psicanálise ou psicoterapia. Pode ser necessário que eles façam testes de personalidade, desempenho, aptidão ou inteligência, e cabe a eles determinar quando esses testes são necessários.

Tipos de psicólogos

Existem muitos tipos diferentes de psicólogos em prática hoje. Aqui estão alguns dos mais comuns.

  • Psicólogo clínico

A psicologia clínica é um campo de carreira que se concentra na identificação e tratamento de vários problemas de saúde mental, emocional, social e comportamental. Muitos psicólogos clínicos trabalham em consultórios particulares, hospitais ou clínicas, prestando serviços diretos aos clientes. Outros psicólogos clínicos trabalham no ensino superior ou na pesquisa, treinando futuros psicólogos ou investigando as causas ou tratamentos eficazes para problemas de saúde mental, respectivamente.

 

Os deveres de trabalho dos psicólogos clínicos centram-se no desenvolvimento de uma compreensão dos problemas intelectuais, psicológicos, emocionais, sociais e comportamentais que causam sofrimento aos indivíduos em suas vidas. Mais especificamente, esses problemas variam de dificuldades emocionais, como depressão, distúrbios comportamentais, como TDAH ou autismo, problemas graves de saúde mental, como esquizofrenia ou transtorno dissociativo de identidade.

 

Alguns psicólogos clínicos trabalham em um ambiente de laboratório, conduzindo pesquisas sobre os problemas de saúde mental mencionados acima. Nesta qualidade, o enfoque das atribuições é desenvolver uma melhor compreensão do comportamento humano através da investigação no sentido de melhorar o diagnóstico e tratamento destas doenças. No ambiente de laboratório, um psicólogo clínico seria responsável por uma variedade de funções, desde a elaboração de experimentos e recrutamento de participantes até a coleta e análise de dados.

  • Neuropsicólogo

A neuropsicologia é uma disciplina que se preocupa principalmente com a cognição. Os neuropsicólogos podem ter uma série de funções de trabalho diferentes, desde examinar os efeitos de lesões cerebrais traumáticas no humor, comportamento e capacidade de pensar de uma pessoa, até explorar a eficácia de diferentes tratamentos para indivíduos cujo funcionamento cerebral foi diminuído. Muitos neuropsicólogos trabalham no setor de pesquisa, gastando muito do seu tempo desenvolvendo experimentos para responder a perguntas sobre as estruturas e funções do cérebro.

 

Outros trabalham em ambientes clínicos e são responsáveis por realizar avaliações, diagnósticos e tratamentos de distúrbios cerebrais. O caminho para se tornar um neuropsicólogo é longo, com um doutorado e vários anos de pós-doutorado necessários. No entanto, os salários neste campo são muito bons e, com um crescimento estável a acima da média esperado na próxima década, as perspectivas de emprego para neuropsicólogos devem ser muitas.

 

Neuropsicólogos que trabalham em laboratório irão conceber e conduzir experimentos com assuntos humanos e não humanos que buscam esclarecer o funcionamento do cérebro. Eles trabalharão com indivíduos perfeitamente saudáveis e doentes, a fim de comparar as populações em termos de como seus cérebros realizam tarefas específicas. Eles também podem conceber tratamentos experimentais para lesões cerebrais específicas e acompanhar o progresso dos participantes que recebem o tratamento.

 

Neste ambiente, o trabalho do neuropsicólogo é na coleta e análise de dados que irão avançar a compreensão do campo das condições baseadas no cérebro que afetam o funcionamento cognitivo, emocional e comportamental. Relatar sobre métodos, descobertas e tratamentos bem-sucedidos em publicações respeitadas também é um dever primário neste reino. Os neuropsicólogos que conduzem pesquisas geralmente o fazem em instalações administradas pelo governo ou para empresas privadas.

 

Uma parte central do trabalho de um neuropsicólogo em um ambiente clínico é avaliar as pessoas que exibem abertamente sintomas de lesões cerebrais ou que são suspeitas de terem funcionamento anormal do cérebro. Isso pode incluir pacientes que tiveram um acidente vascular cerebral, doença de Alzheimer ou demência como resultado da idade avançada. Eles podem ser responsáveis por realizar testes de certas faculdades mentais, como memória e reconhecimento, capacidade de seguir instruções, concentração, humor, personalidade e testes de linguagem ou habilidades matemáticas. Eles também podem supervisionar testes que utilizam tomografia por emissão de pósitrons (PET), imagem por ressonância magnética (MRI) ou outras varreduras cerebrais sofisticadas. Esses exames são normalmente realizados em uma clínica ou hospital para ajudar a equipe médica a conceber as modalidades adequadas de tratamento. Nesse cenário, os neuropsicólogos normalmente trabalham como membros de uma equipe muito maior, incluindo médicos, enfermeiras, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e outros, a fim de ajudar o paciente a atingir seus objetivos de tratamento.

 

Os neuropsicólogos também podem ser chamados para desempenhar funções de avaliação em um contexto forense. Este conjunto de funções geralmente gira em torno de oferecer opiniões de especialistas em processos judiciais em que uma pessoa desenvolve uma lesão cerebral como resultado das ações de outra pessoa, ou em que o próprio réu comete um crime devido ao seu funcionamento cerebral já diminuído.

  • Psicólogo de aconselhamento

O aconselhamento psicológico é um campo muito amplo de trabalho de saúde mental que inclui aconselhamento individual, aconselhamento em grupo, aconselhamento matrimonial e familiar, serviço social e psiquiatria, para citar alguns. O traço comum entre essas diferentes ocupações é que elas se concentram em ajudar as pessoas a melhorar suas vidas por meio do crescimento pessoal.

 

A psicologia do aconselhamento está particularmente preocupada com os aspectos sociais, emocionais, vocacionais, educacionais e de desenvolvimento da vida das pessoas. Além disso, o aconselhamento psicológico também busca abordar problemas relacionados à saúde física e questões organizacionais.

 

A prestação de serviços terapêuticos é o aspecto mais envolvido – e mais conhecido – deste trabalho. Psicólogos de aconselhamento oferecem instruções sobre métodos que podem ajudar seus clientes a melhorar o funcionamento de sua saúde mental. Isso pode ocorrer de várias maneiras. Os conselheiros podem ensinar aos clientes técnicas para controlar o estresse ou a raiva. Eles podem trabalhar com casais para ajudá-los a melhorar sua comunicação. Estratégias de modificação de comportamento também podem ser empregadas, como para ajudar uma criança a melhorar a maneira como ela se socializa com seus colegas.

 

Alguns psicólogos de aconselhamento também oferecem serviços de emergência. Nesse contexto, podem atender emergências de saúde mental, como, por exemplo, para indivíduos admitidos em pronto-socorro após um quadro psicótico. Além disso, os psicólogos de aconselhamento muitas vezes prestam serviços a indivíduos que tiveram uma experiência traumática, como violência na escola ou em casa, ou após um desastre natural ou causado pelo homem. Nesses ambientes, os psicólogos de aconselhamento se esforçam para estabilizar um indivíduo no curto prazo e identificar suas necessidades de longo prazo, bem como métodos para atender a essas necessidades.

  • Psicólogo forense

Os psicólogos forenses trabalham nos sistemas de justiça legal e criminal. Eles ajudam juízes e advogados a compreender os aspectos psicológicos de um determinado caso. Às vezes, eles precisam testemunhar no tribunal.

 

A saúde e a doença são influenciadas por uma ampla variedade de fatores. Embora doenças contagiosas e hereditárias sejam comuns, muitos fatores comportamentais e psicológicos podem afetar o bem-estar físico geral e várias condições médicas.

 

Há uma grande variedade de responsabilidades de trabalho para psicólogos forenses, no entanto, os trabalhos muitas vezes estão relacionados ao sistema de justiça criminal. No sistema judicial, psicólogos forenses desempenham um papel vital em lançar luz sobre o funcionamento mental dos réus.

 

Eles podem ser chamados por promotores ou advogados de defesa para avaliar um réu, fornecer uma avaliação psicológica e testemunhar em tribunal. Essas avaliações podem variar desde avaliar a presença de um distúrbio psicológico até determinar se o réu tem capacidade mental diminuída. Os psicólogos forenses frequentemente trabalham com vítimas de crimes também, tanto em caráter investigativo quanto terapêutico. Eles frequentemente conduzem investigações sobre abuso infantil, abuso de idosos e violência doméstica, e oferecem tratamento às vítimas de tais crimes após o fato.

  • Psicólogo para adolescentes

O propósito essencial da psicologia do adolescente é encorajar a compreensão das questões de desenvolvimento, impactos socioculturais e influências biológicas que causam problemas de saúde mental em adolescentes. Com esse conhecimento ampliado, os psicólogos de adolescentes podem, então, desenvolver estratégias para melhorar o bem-estar e o funcionamento de crianças pré-adolescentes e adolescentes no que se refere à vida cotidiana, educação e interação com colegas e família.

 

A psicologia do adolescente é uma área em que os psicólogos clínicos ou de aconselhamento podem optar por se especializar. Normalmente, os psicólogos de adolescentes prestam serviços psicológicos a crianças entre as idades de 12 e 18 anos; no entanto, nem sempre é esse o caso. Alguns psicólogos de adolescentes tratam crianças mais novas e da mesma forma adultos jovens.

 

Tratar adolescentes requer uma grande compreensão do desenvolvimento humano, bem como uma boa compreensão das influências sociais e culturais que afetam o comportamento de um adolescente. Além disso, é necessário compreender as influências da família e o papel do adolescente em sua família específica.

 

Devido à natureza multifacetada de muitos problemas durante a adolescência, a psicologia do adolescente geralmente envolve consulta e colaboração com outros profissionais que trabalham com adolescentes, especificamente pediatras e outros profissionais de saúde, oficiais de liberdade condicional juvenil e funcionários de escolas públicas e privadas.

  • Psicologia do consumidor

 

Mais especificamente, a psicologia do consumidor examina os fatores (ou seja, custo, preferências, disponibilidade, marca, tempo de envio, embalagem do produto, eficácia, cor, longevidade, etc) que podem influenciar o que um consumidor compra. Isso pode parecer estranho, mas até mesmo o humor do consumidor pode afetar os produtos que ele compra em um determinado dia.

 

As empresas geralmente contam com a psicologia do consumidor para ajudá-las a determinar quais produtos ou serviços os consumidores provavelmente comprarão. Como resultado, essas empresas são capazes de “renovar”, alterar, adicionar, remover ou alterar produtos e serviços existentes para torná-los mais atraentes para os consumidores. As empresas usam essa forma de psicologia social para encorajar os trabalhadores a gastar seus contracheques em seus produtos e serviços.

 

A psicologia do consumidor é reconhecida como sua própria área de estudo desde a Segunda Guerra Mundial. Como qualquer outro campo, a psicologia do consumidor possui várias áreas de especialização. Alguns psicólogos estudam o impacto da publicidade ou da embalagem do produto na escolha do consumidor. Outros concentram suas pesquisas em como o casamento, a paternidade e os diferentes estágios da vida afetam o comportamento de compra.

 

Quais são os deveres do trabalho de um psicólogo do consumidor?

 

O dever principal de um psicólogo do consumidor é “entrar na mente do consumidor”. Em outras palavras, entender como os consumidores pensam e o que os influencia na hora de adquirir produtos e serviços. Outras funções incluem: pesquisar e estudar os comportamentos do consumidor (ou seja, preferências e influências) para determinar o que os consumidores provavelmente comprarão (com base em compras anteriores). Os psicólogos do consumidor geralmente pesquisam o mercado de consumo conduzindo grupos de foco e/ou pesquisando/ testando os participantes do estudo.

 

Além disso, alguns psicólogos observam discretamente o comportamento do consumidor, enquanto eles fazem compras. Os resultados são então reunidos, analisados e documentados em vários relatórios. Alguns psicólogos do consumidor também são responsáveis por encontrar maneiras de encorajar os consumidores a comprar determinados produtos e serviços. Um psicólogo de consumo pode ser autônomo ou trabalhar em tempo integral em uma agência, empresa, organização ou consultório particular. Além disso, um psicólogo do consumidor pode trabalhar em uma agência de publicidade ou governamental, ou em uma universidade.

 

Por que a psicologia do consumidor é importante?

 

 

Conforme mencionado acima, a psicologia do consumidor visa avaliar quais fatores influenciam a compra ou o uso de bens e serviços. Parece determinar como os sentimentos, crenças e percepções de um indivíduo alteram seus padrões de compra. Em termos de psicologia do consumidor, o “cliente” pode ser um indivíduo, uma população ou mesmo uma empresa. Eles podem estar “comprando” bens, serviços ou mesmo ideias.

 

A importância para as empresas é clara – se eles entenderem as motivações do cliente e quais fatores impactam suas compras, eles podem entender melhor seu mercado e colocar seus produtos nele, da maneira mais benéfica. Eles podem definir preços, promoções e até mesmo marketing de seus produtos de forma a tornar sua oferta o mais atraente possível para os clientes. Em última análise, isso aumentará suas vendas e melhorará seu sucesso comercial.

 

No entanto, pode ser igualmente valioso para o cliente. A psicologia do consumidor trabalha para colocar o cliente no centro do modelo de negócios e, se eles forem bem compreendidos, o resultado deve ser a melhor versão possível do produto para eles. Se uma empresa entende mais sobre as motivações e ações do cliente, os produtos devem ser precificados em um nível que eles estejam dispostos a pagar, as promoções devem ser de seu interesse e o mais interessante dos produtos deve ser comercializado de forma que seja acessível a eles como consumidor.

 

A psicologia do consumidor sempre terá o objetivo final de maximizar as vendas e o sucesso de uma empresa, mas o envolvimento de psicólogos do consumidor pode trabalhar a favor do consumidor também.

  • Psicólogo da área da saúde

 

Os psicólogos da saúde se concentram em como o comportamento e a doença física coincidem. Sua função principal é educar clientes e profissionais de saúde sobre como problemas psicológicos podem afetar uma pessoa saudável. Os psicólogos da saúde costumam desenvolver programas e planos para ajudar os clientes a parar de fumar ou perder peso.

 

O campo da psicologia da saúde está focado na promoção da saúde, bem como na prevenção e tratamento de doenças e enfermidades. Os psicólogos da saúde também se concentram em compreender como as pessoas reagem, lidam com e se recuperam de doenças. Alguns psicólogos da saúde trabalham para melhorar o sistema de saúde e a abordagem do governo à política de saúde.

 

A psicologia da saúde enfatiza como o comportamento influencia a saúde, ela está bem posicionada para ajudar as pessoas a mudar os comportamentos que contribuem para a saúde e o bem-estar. Por exemplo, psicólogos que trabalham nesta área podem conduzir pesquisas aplicadas sobre como prevenir comportamentos prejudiciais à saúde, como fumar, e procurar novas maneiras de encorajar ações saudáveis, como exercícios.

 

Questões Atuais em Psicologia da Saúde

 

Os psicólogos da saúde trabalham com indivíduos, grupos e comunidades para diminuir os fatores de risco, melhorar a saúde geral e reduzir as doenças. Eles conduzem pesquisas e fornecem serviços em áreas como:

  • Redução de estresse;
  • Controle de peso;
  • Parar de fumar;
  • Melhoramento da nutrição diária;
  • Redução de comportamentos sexuais de risco;
  • Cuidados paliativos e aconselhamento de luto;
  • Prevenção de doenças;
  • Compreensão dos efeitos da doença;
  • Melhorar a recuperação;
  • Ensino de habilidades de enfrentamento.

 

A psicologia da saúde é um campo em rápido crescimento. À medida que um número cada vez maior de pessoas busca assumir o controle de sua própria saúde, mais e mais pessoas buscam informações e recursos relacionados à saúde. Os psicólogos da saúde estão focados em educar as pessoas sobre sua própria saúde e bem-estar, portanto, são perfeitamente adequados para atender a essa demanda crescente.

 

Isso pode incluir ajudar as pessoas a manter um peso saudável, evitar comportamentos de risco ou prejudiciais à saúde e manter uma perspectiva positiva que pode combater o estresse, a depressão e a ansiedade.

 

Outra maneira pela qual os psicólogos da saúde podem ajudar é educando e treinando outros profissionais de saúde. Ao incorporar o conhecimento da psicologia da saúde, médicos, enfermeiras, nutricionistas e outros profissionais de saúde podem conhecer melhor as abordagens psicológicas em como tratam os pacientes.

 

Em um curto espaço de tempo, a pandemia aumentou nossa consciência da vulnerabilidade de nossa saúde mental. Sentados diretamente na interseção de nossa saúde física e circunstâncias externas, vimos quão rapidamente nossos humores e comportamentos podem ser afetados por circunstâncias e desafios, e também percebemos o quão fortes e resilientes nossas mentes podem ser.

 

Mas talvez o mais importante é que agora estamos testemunhando uma mudança em nosso pensamento sobre saúde mental. As preocupações com a saúde mental e seu tratamento estão finalmente ocupando um lugar de destaque na sociedade.

 

Essas considerações nos colocam em uma posição melhor, para seguirmos em frente, para compreender a nós mesmos e as experiências que compartilhamos, bem como os saltos emocionantes que estão sendo dados em pesquisas e tratamentos.

 

O campo da saúde mental está em constante evolução, o que pode nos deixar imaginando para onde iremos a seguir. À medida que avançamos em um mundo com menos estigma, mais compreensão e menos barreiras aos cuidados, perguntamos: como poderá ser o futuro dos cuidados de saúde mental?

 

Quase da noite para o dia, as restrições à pandemia forçaram a maioria das operações diárias online, e a terapia não foi diferente. Inúmeros indivíduos adaptaram-se a comparecer às consultas remotamente, enquanto um número ainda maior decidiu procurar ajuda pela primeira vez. O futuro da psicologia é agora!

0
    0
    Seus Pedidos
    Você não possui nenhum pedido.Encontre seu Psicólogo

    Gostaria de conversar com um psicólogo?

    Aperte o botão abaixo para agendar a sua sessão online.