o_que_é_hipomania

O que é hipomania? Tudo o que você precisa saber

Com certeza a palavra “hipomania” ou até “hipomaníaco” não é da sua rotina, mas se você fragmentar a palavra e entender somente “mania” é conhecido, não é mesmo? Contudo, neste caso, não significam a mesma coisa, tirando o fato de apresentarem semelhanças, então vamos entender o que é hipomania?

Existe a possibilidade de você conhecer alguém hipomaníaco, mas como esse debate não é incentivado na sociedade, nós temos dificuldades em identificar pacientes com os sintomas. Entendemos que esse tipo de conversa deve ser sempre estimulado na comunidade.

Inclusive, outro ponto que deve ser estimulado conversado com as pessoas independente de sua comunidade, é a importância de ter e manter uma certa frequência quanto ao atendimento psicológico. Essa é a única maneira de obter um diagnóstico correto quanto aos seus problemas.

Hoje em dia, precisamos nos aproveitar de todo conhecimento que a ciência já conseguiu alcançar, e com isso identificar alguns sintomas que sejam relacionados à determinado transtorno psicológico é de suma importância.

Vamos entender então pouco sobre o que é hipomania.

o_que_é_hipomania

Como podemos entender o que é hipomania?

Antes de propriamente dizer o que é hipomania, é necessário entender do que se trata a “mania” ao fragmentar esse termo. Muitas pessoas podem confundir essa mania com algo que já entendemos no nosso dia a dia, mas não é a mesma coisa.

A mania em si é compreendida como um dos componentes do transtorno bipolar, sendo que as suas características se concentram na impulsividade, agressividade com questões normais e rotineiras ou até mesmo a vida sexual fora dos conformes.

Porém, a mania a qual estamos nos referindo aqui, que seria a hipomania, se trata de um distúrbio com menos intensidade em relação a mania mais conhecida. Os sintomas dela são muito parecidos com que acabamos de citar, contudo elas costumam vir com gravidades menores.

Geralmente, os pacientes que são diagnosticados com transtorno bipolar possuem humor alterado, que costuma variar entre a depressão, mania ou hipomania. Dependendo do quadro deste paciente, o transtorno bipolar tem as suas fases e intensidades.

Por outro lado, é importante esclarecer que nem todas as pessoas hipomaníacas são bipolares, muito menos o sentido inverso. Nesse sentido, incentivamos sempre a procura por um profissional da área para que todas essas dúvidas sejam sanadas.

Sempre que tiver a oportunidade, procure e mantenha esses atendimentos com frequência, para que o necessário seja feito a fim da sua saúde estar controlada.

Como identificar o paciente hipomaníaco?

Como falamos acima, pacientes que possuem a hipomania costumam apresentar sinais muito parecidos aos que tem a mania, contudo essa intensidade é muito menor. Apesar disso, vamos citar alguns sintomas que são comuns as pessoas que são hipomaníacos, mas lembre-se que nem toda é uma regra e que você deve ser acompanhado por um médico.

A dificuldade em se concentrar é um exemplo de sintoma frequente entre os hipomaníacos, mas esse também é um sinal de outros transtornos, como o TDAH (transtorno de déficit de atenção com hiperatividade).

As pessoas estão maníacas também posso em uma vontade fora do normal de falar, e costumam não ter pausas entre o diálogo. Além disso, quando eles têm algo para fazer, toda a sua energia e depositada de maneira excessiva.

A hora do sono também é um momento complicado para esses pacientes e, visto que eles não têm sono, sendo a sua dormida concluída com 3 horas.

No geral, as pessoas hipomaníacas possuem muita agitação, além de tomar decisões com uma certa impulsividade, o que normalmente resulta em pensamentos bastante confusos. A principal característica desses pacientes é a desinibição, então fique de olho e alerte as possibilidades.

Deixe um comentário

0
Pedidos