fobia_sintomas

Medo de ir ao psicólogo – Entendendo o Motivo

Você tem medo de ir ao psicólogo? É algo comum que acontece várias vezes com as pessoas. Confira esse incrível texto que pode te mostrar mais afundo porque as pessoas tem medo de ir ao psicologo.

Existem muitas hesitações e medos que surgem quando você deseja recorrer a um psicólogo. É por isso que você precisa colocá-los de lado.

Reconhecer que se tem um problema é o passo mais difícil para muitos, porque muitas vezes envolve deixar de lado o orgulho e colocar seu bem-estar diante dele. 

O sentimento de vergonha de ir à terapia ocorre quando vemos o pedido de ajuda como uma fraqueza. Ainda é normal sentir uma vergonha no início do caminho, mas o sentimento de gratificação e satisfação que você receberá depois de ter progredido na terapia superará essa sensação temporária.

Medo_de_ir_ao_psicologo

Quando uma pessoa tem um problema físico, geralmente recorre a um médico, mas quando o problema é psicológico, ele não recorre a um profissional com a mesma facilidade: um pouco porque é difícil se abrir com um estranho mostrando suas próprias fragilidades, um pouco porque numerosos preconceitos e falsos mitos ainda giram em torno da figura do psicólogo. 

Olhar para dentro e optar por mudar exige muita coragem, além de decidir se abrir e tentar considerar um ponto de vista diferente do nosso.

Em busca de solução para todos os tipos de medo que você possa enfrentar o Fepo tem especialidade em realizar terapia online, uma maneira alternativa de tratamento que vem ganhando espaço nos tempos atuais. 

Principais pensamentos sobre o medo de ir ao psicólogo

Eu sou assim

Alguns aspectos de nós não podem ser mudados, mas outros podem, embora seja verdade que isso exija coragem e esforço.

Não precisa ter medo, tudo o que for conversado durante a terapia lá permanecerá. As sessões possuem sigilo total, o psicólogo é proibido de falar sobre o assunto abordado com quem quer que seja a pessoa. 

Ressaltando que o código de ética do Conselho Federal de Psicologia é bem específico sobre essa questão.

Ninguém pode entender minha dor

O psicólogo não é apenas uma pessoa desapegada e neutra como aparece durante o trabalho, mas também tem uma vida privada na qual experimenta alegrias e sofrimentos e, portanto, é perfeitamente capaz de entender a dor porque também a experimentou. 

Além disso, os psicólogos do Fepo são muito empáticos, isto é, capazes de se colocar no lugar dos outros e entender seus pensamentos e emoções, não precisa ter medo.

Uma terapia dura muito tempo

A duração de uma consulta muda de acordo com as orientações. No entanto, é compreensível que mudar os padrões de relacionamento que nos acompanham podem levar anos, mas o bem-estar que a segue é indescritível. 

O medo é uma reação de alerta muito importante para a sobrevivência dos seres humanos, mas, em alguns casos, pode tornar-se paralisante. Leia mais sobre o medo clicando aqui.

É o mesmo que conversar com um amigo

O psicólogo não fornece conselhos fáceis de bom senso como faria um amigo, mas aplica técnicas e estratégias específicas à profissão, aprendidas após anos e anos de estudo e treinamento contínuo. 

Desabafar com um ente querido implica um envolvimento emocional, pois um amigo sempre tenderá a se defender para nos consolar e nos ver felizes, ou para nos colocar em crise de uma maneira nem sempre construtiva, correndo o risco de nos machucar. 

O psicólogo, por outro lado, permite que você faça um trabalho sozinho, mantendo as distâncias corretas: ele entende, mas não se deixa envolver ou ser dominado pelas emoções do paciente.

Provavelmente, o que dificulta a escolha de ir ao psicólogo é o medo de realmente se conhecer, de descobrir novas partes de si mesmo, nem sempre positivas, e de ter que mudar algumas maneiras de pensar, agir e relacionar, que muitas vezes, embora sejam uma fonte de desconforto, eles nos dão segurança. 

E pensar que em outras partes do mundo, por exemplo, na Argentina ou nos EUA, a psicoterapia é culturalmente considerada uma parte muito importante do caminho da vida, pois a terapia é considerada importante não apenas para superar momentos de dificuldade, mas também para se conhecer mais aprofundar, entender melhor seu próprio funcionamento, evoluir, amadurecer e aumentar a qualidade de vida.

Colocar as certezas de alguém em crise não é fácil, mas é a única maneira de melhorar e se relacionar com maior consciência consigo mesmo e com os outros. 

Medo de perder o controle das emoções durante a terapia

As emoções podem ser esmagadoras, especialmente no momento em que você sente necessidade de ir ao psicólogo. Embora possa parecer mais seguro mantê-los dentro, os efeitos a longo prazo de se agarrar às emoções podem ser trágicos.

Expressar suas emoções não vai machucá-lo mais do que elas machucam, escondendo-as dentro de você. Portanto, reunir-se com um profissional qualificado autorizado a compartilhar e discutir suas emoções é saudável e extremamente seguro.

Seu terapeuta foi instruído a entender como ajudá-lo a gerenciar a liberação de emoções, portanto, não tenha medo de se abrir.

Medo de terceirizar problemas para um estranho

Inicialmente, será normal abordar o terapeuta como um estranho, mas saiba que ele acabará se tornando um confidente muito próximo. Embora você se sinta mais à vontade conversando com alguém com quem está familiarizado, analise os aspectos positivos de confiar em uma pessoa que não o conhece.

Antes de tudo, ele é uma pessoa imparcial, estranha à sua vida, capaz de raciocinar sobre seus problemas de uma perspectiva diferente. Se você ainda não se sente à vontade para discutir certas coisas com o terapeuta, informe-o.

Medo de diagnóstico

Depois de receber um diagnóstico, lembre-se de que esse diagnóstico não se torna quem você é e isso mudará pouco para você.

A maioria dos diagnósticos de saúde mental é temporária e, com a terapia, você aprenderá a dominar as ferramentas para lidar e tratar seu diagnóstico.

Agende hoje mesmo uma consulta com um dos nossos psicólogos, não precisa ter medo, a abordagem é clara e certamente eficiente.Fepo, ondo você vai encontrar os melhores psicólogos online.

1 comentário em “Medo de ir ao psicólogo – Entendendo o Motivo”

Deixe um comentário

0
Pedidos